Citi espera consumo mais forte em 2018 e eleva preço-alvo para Ambev

LinkedIn

A concorrência da indústria de cerveja do Brasil deve se aquecer em 2018, mas os preços devem ser mais racionais. Esta é a visão da equipe de analistas do Citi que elevou o preço-alvo para a ação da Ambev (BOV:ABEV3), de R$ 19,00 para R$ 21,50, reiterando a recomendação neutra.

“Continuamos a esperar uma modesta recuperação do volume da indústria de cerveja no segundo semestre deste ano (estável no terceiro trimestre), mas elevamos nossa estimativa de 2018 em 5% para a Ambev e superamos o Ebitda [lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização] de consenso para 2018″, diz relatório assinado por Cauê Pinheiro, Larissa Nappo e Rafael Santos.

De acordo com o texto divulgado nesta sexta-feira (13), os analistas preveem recuperação da margem do Ebitda no Brasil no ano que vem, considerando a tendência de consumo mais forte. O aumento de salários reais, acrescentam, começou no primeiro semestre e isso se traduz em melhor demanda por bens de consumo.

A curto prazo, os resultados “devem refletir a combinação de um aumento dos preços no terceiro trimestre e uma cobertura melhorada dos custos em dólar”. Em paralelo às melhores previsões para o PIB, o time do Citi destaca o salto nos custos de alumínio.

“Além disso, reduzimos o lucro líquido de 2017 por conta do pagamento de impostos de R$ 3,1 bilhões”, escrevem os analistas.

Fonte: Money Times. 

Deixe um comentário