Confira a lista dos itens que mais influenciaram a alta do IPA-DI em Setembro de 2017

LinkedIn

O Índice de Preços ao Produtor Amplo – Disponibilidade Interna (IPA-DI), que mede a inflação no setor atacadista, subiu 0,97% em setembro de 2017, depois de ganhar 0,26% no mês anterior. Dentre os itens que participam da composição do IPA-DI, o que mais contribuiu para o avanço do indicador no nono mês do ano foi o óleo diesel, cujo preço médio subiu, em média, 10,83% no mês. No mês anterior, o mesmo item tinha registrado uma alta de 5,00% em seus preços.

Na outra ponta da pesquisa, o item que mais contribuiu negativamente sobre a variação mensal do indicador foi o leite in natura, que caiu 7,27% no mês, após terem apresentado queda de 6,49% no mês anterior.

O IPA mede a inflação no setor atacadista. Elaborado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), a versão Disponibilidade Interna (DI) do indicador é pesquisada entre o primeiro e o último dia de cada mês.Clique aqui e saiba mais sobre o desempenho do IPA-DI no nono mês de 2017.

Maiores influências positivas sobre o desempenho do IPA-DI em Setembro de 2017

Variação Mês Anterior (%) Variação Mês Atual (%)
Óleo diesel 5,00 10,83
Bovinos 3,94 7,48
Milho (em grão) -0,16 9,39
Minério de ferro 13,11 2,75
Soja (em grão) -4,10 2,39

Maiores influências negativas sobre o desempenho do IPA-DI em Setembro de 2017

Variação Mês Anterior (%) Variação Mês Atual (%)
Leite in natura -6,49 -7,27
Ovos -2,04 -5,86
Açúcar dristal -6,52 -8,18
Cana-de-açúcar -1,97 -1,39
Açúcar VHP (very high polarization) -5,74 -4,35

Deixe um comentário