Cautela com Reforma da Previdência faz o Dólar fechar em alta

LinkedIn

Conflitos interno no PSDB, que pertence à base aliada do governo, causam temores na aprovação da Reforma da Previdência, fazendo com que o dólar fechar em alta hoje.

Histórico

A moeda teve alta de 0,63%, cotado a R$ 3,2785 para compra e R$ 3,2805 para venda.

Após 7 pregões do mês, a moeda valorizou 1,13%. Já se foram três fechamento positivo, contra quatro negativos. No último pregão de outubro, o dólar fechou cotado a R$ 3,2430 para compra e R$ 3,2438 para venda.

Em 2017, após 214 pregões, o dólar apresenta uma valorização de 0,95%. São 102 pregões de alta contra 112 de baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,2492 para compra e a R$ 3,2497 para venda.

Influências

Ontem, o senador Aécio Neves retirou o senador Tasso Jereissati da liderança interina do PSDB, após Jereissati anunciar oficialmente a sua candidatura à presidência da legenda. Isso dividiu o partido ainda mais, uma vez que uma parcela apoia Jereissati, que é favorável à retirada do PSDB da base de apoio do governo, enquanto os defensores de Aécio preferem permanecer com Temer.

Enquanto isso, o governo luta para reestruturar a sua base aliada com esperanças de conseguir aprovar ainda este ano a Reforma da Previdência. A instabilidade dentro do PSDB complica ainda mais os esforços pela medida.

Já no cenário internacional, ontem, os senadores republicanos apresentarem um plano tributário diferente da versão dos deputados em vários aspectos, mas os tópicos mais preocupantes são os sobre a taxa corporativa, a dedução para o Estado e as taxas locais e estaduais.

Deixe um comentário