Estrangeiros tiraram R$ 1,8 bi da bolsa brasileira em outubro; saldo no ano é de R$ 12,9 bi

LinkedIn

Os investidores estrangeiros retiraram da Bovespa R$ 1,834 bilhão em outubro, primeira saída mensal desde os R$ 767 milhões de junho, conforme dados da B3. Expectativa de mudanças no Federal Reserve (Fed, banco central americano), que se confirmaram ontem, dificuldades do governo em aprovar a reforma da Previdência e incerteza sobre a eleição presidencial brasileira no ano que vem ajudaram nos resgates. Apesar disso, os estrangeiros ainda acumulam um saldo positivo de compras de ações brasileiras no ano de R$ 12,949 bilhões, próximo do saldo de 2016, de R$ 14,325 bilhões.

As pessoas físicas também aumentaram as vendas em outubro, retirando R$ 547 milhões do mercado acionário. No ano, elas já venderam R$ 9,325 bilhões. Os investidores institucionais, por sua vez, compraram R$ 2,521 bilhões em outubro, reduzindo as vendas no ano para R$ 771 milhões.

Os dados de fluxo de investidores mostram que os grandes compradores de ações neste ano são os estrangeiros. O comportamento deles, portanto, é fundamental para o desempenho do mercado brasileiro de ações, já que eles respondem por quase a metade dos negócios na B3. Em outubro, os investidores externos responderam por 46,8% do volume negociado, um pouco abaixo dos 47,6% de setembro e dos 49,2% da média do ano. Ou seja, de cada R$ 100 comprados ou vendidos em ações em outubro, R$ 46,80 eram de estrangeiros.

As pessoas físicas também reduziram seu volume em outubro, para 16,9%, ante 18,5% em setembro. Na média do ano, os investidores individuais respondem por 17% do volume negociado.

Quem aumento sua fatia no mercado foram os institucionais, fundos de pensão, seguradoras e fundos de investimentos. Eles representaram 29% do volume negociado de outubro, mais que os 27,4% de setembro e dos 27,1% da média do ano.

O volume médio negociado por dia em outubro caiu 2,7% em relação a setembro, de R$ 10,218 bilhões para R$ 9,942 bilhões. Na média do ano, foram negociados R$ 8,446 bilhões até outubro por dia, 13,9% acima do volume do ano passado. Neste ano, até dia 1 de novembro, o Índice Bovespa acumula alta de 23,4% em reais e de 22,7% em dólares.

Deixe um comentário