Pesquisador do BC chinês pede criptomoeda própria o mais rápido possível

LinkedIn

Um pesquisador do Banco Central da China (PBoC) disse que é “crucial” que o país tenha uma criptomoeda emitida pelo banco central o mais rápido possível.

De acordo com um relatório da South China Morning Post, Yao Qian, que lidera a pesquisa de criptomoedas para o banco central da China disse que tal movimento ajudaria a reduzir os custos de transação e expandir os serviços financeiros para as áreas rurais, ao mesmo tempo que aumentaria a eficiência das políticas monetárias do PBoC.

Qian observou que “o desenvolvimento da economia digital precisa de uma moeda eletrônica emitida pelo banco central agora mais do que nunca”.

Chamando de “jóia da coroa” da indústria de fintechs, Qian argumentou que teria um grande impacto no futuro das finanças.

Ele adicionou:

É crucial acelerar a pesquisa e a emissão.

Mesmo aparentemente desejando criar uma criptomoeda estatal, a China proibiu as ofertas iniciais de moeda (ICOs) em meados de setembro – um movimento logo seguido pelo fechamento das exchanges de criptomoedas em meio ao forte ambiente regulatório.

Fonte: Investing.com Brasil/Portal do Bitcoin

Deixe um comentário