UBS diz para evitar ações da Cielo e B3 no momento

LinkedIn

O UBS divulgou uma avaliação nesta segunda-feira, 06, recomendando que os investidores evitem o setor financeiro não-bancário no Brasil. O motivo é por conta de peculiaridades específicas,  a despeito da recuperação do consumo e na operação de empréstimos, aponta o relatório assinado pela equipe de Estratégia liderada por Alan Alaniz, Sambuddha Ray e Frederic De Marin.

A análise se concentra nas ações da B3 e da Cielo.

Para os analistas, o alerta em relação as ações da B3 (BVMF3) se deve ao preço único por ação. Segundo eles, a forte valorização de aproximadamente 70% em 2017 mostra que o mercado já precifica a recuperação macroeconômica do Brasil.

Mas, sinergias melhores do que o esperado da fusão com a Cetip podem levar a uma revisão positiva de resultados”, destacam. A recomendação é neutra, com um preço-alvo de R$ 22.

Já para a Cielo (CIEL3), os analistas lembram que a ação é aquela que tem um dos piores desempenhos do ano, com a menor rentabilidade nas transações com cartões e maior concorrência, o que atrapalha a recomendação de investimento nos ativos.

Ainda assim, a empresa apresentou um bom resultado no terceiro trimestre com uma surpresa positiva nas transações com cartões de débito. As receitas com pontos de vendas (POS), contudo, vieram abaixo do esperado (o segmento contribui com 20% das vendas da Cielo), e a rentabilidade caiu novamente em uma tendência que deve continuar.

No entanto, os principais riscos positivos são de que o crescimento do volume é mais forte (como se observa no 3T17) e mais do que compensa as pressões de rentabilidade de menor rentabilidade e concorrência, para a revisão para cima dos lucros”, diz o UBS. Este, contudo, não é o cenário-base do banco. A recomendação de venda foi reiterada, com um preço-alvo de R$ 21.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.