Vale: Novo royalty terá impacto de 3% no Ebitda, diz Citi

LinkedIn

O Citi calcula que o novo royalty sobre o minério de ferro, elevado de 2% para 3,5% do faturamento bruto, irá resultar em um impacto de aproximadamente 3% no Ebitda da Vale (VALE3) em 2018, mostra um relatório enviado a clientes nesta quinta-feira (23).

O valor corresponde a US$ 380 milhões e, por tonelada, são calculados em US$ 1,10 no preço do minério de ferro. A recomendação de compra para as ações da Vale (VALE3) foi mantida, com preço-alvo de R$ 39,60, com base no fluxo de caixa descontado e na desalavancagem.

Vale ressaltar ainda que o Senado recebeu hoje o texto da Medida Provisória 791/2017, que cria a Agência Nacional de Mineração (ANM). A proposta, aprovada ontem (22) pelos deputados, substitui o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) nas atribuições de regulação e fiscalização do setor.

Fonte: Money Times

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.