Na primeira prévia de dezembro, IGP-M tem alta de 0,73%

LinkedIn

O Índice Geral de Preços-Mecado (IGP-M) registrou alta de 0,73 por cento na primeira prévia de dezembro, depois de ter recuado 0,02 por cento no mesmo período do mês anterior, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta segunda-feira (11).
Com peso de 60% nos IGPs, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) subiu 0,96% na primeira semana de dezembro, invertendo a direção tomada um mês antes, de baixa de 0,09%.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso um pouco menor, de 30% no cálculo do IGP-M, aumentou 0,30% na apuração inicial de dezembro. No mesmo período do mês anterior, a taxa foi positiva em 0,03%. Das oito classes de despesas avaliadas, sobressaíram transportes (0,11% para 0,78%), com destaque para a alta da gasolina (0,51% para 2,97%).

Enquanto os 10% restantes do IGP-M, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) foi de 0,29% para 0,30% de alta entre a parcial de novembro para a de dezembro. O índice relativo a materiais, equipamentos e serviços aumentou 0,54% e aquele que representa o custo da mão de obra registrou incremento de 0,10%.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.