Brasil Pharma inicia pedido de recuperação judicial

LinkedIn

A Brasil Pharma (BOV:BPHA3) considerou o pedido de recuperação judicial em São Paulo. A solicitação envolve a empresa em conjunto com nove sociedades do Grupo BRPH. A companhia vinha de uma trajetória de reestruturação societária e econômica, mas não encontrou no âmbito extrajudicial solução, explica em fato relevante.

A administração do grupo afirmou que apesar dos esforços e dos avanços alcançados, não foi possível encontrar no âmbito extrajudicial, uma opção que ajude o quadro financeiro do Grupo BRPH, e que o ajuizamento da Recuperação Judicial do grupo BRPH é a forma mais adequada no momento.

A companhia ainda afirma que para continuar avançando na recuperação, é preciso que a solução da crise do Grupo BRPH seja organizada e com prazos preestabelecidos.

grupo BRPH informou ainda, que negociará com seus credores uma solução ampla e efetiva para encerrar a crise financeira vivenciada pela companhia, e que durante a recuperaçao judicial se esforçará para preservar as atividades comerciais e operacionais.

Já a oferta pública de aquisição de ações (OPA) em andamento, para a saída da empresa no segmento do Novo Mercado da B3, continua inalterada, ainda de acordo com o fato relevante divulgada nesta quarta-feira (10).

A ofertante na OPA é a Stigma, e o preço por ação decorrente de laudo de avaliação realizado pelo Banco Modal, como publicado em dezembro, é de R$ 0,14.

Na terça-feira (9), Roberto Bocchino Ferrari, presidente do conselho de administração da Brasil Pharma, renunciou e a companhia contou que o cargo ficaria vaga temporariamente, devido ao impedimento de o atual vice-presidente do colegiado, Paulo Remy Gillet Neto, assumir, já que também acumula cargo de diretor presidente.

*Com informações do Broadcast

Deixe um comentário