Eunício sugere rejeitar MP da privatização da Eletrobras

LinkedIn

Segundo o site Poder 360, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, sinalizou que pode rejeitar a Medida Provisória (MP) que permite a privatização da Eletrobras (BOV:ELET6). “Primeiro, para receber precisa ter urgência e relevância”, disse ao portal.

Para o parlamentar, enviar a privatização da estatal ao Congresso Nacional através de uma MP foi um erro do ministro Moreira Franco, que “não conversa com ninguém” antes de tomar uma decisão.

Questionado, o ministro disse ao Poder 360 que “o procedimento adotado pelo Governo Federal foi acertado com o Presidente da Câmara Rodrigo Maia e com o Ministro de Minas e Energia Fernando Coelho, na minha presença e na presença do Presidente da República”.

Tanto Eunício quanto Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, já criticaram a quantidade de MPs enviados pelo Planalto e argumentam que pautas prioritárias do governo deveriam ser discutidas como projetos de lei.

De acordo com o Poder 360, o ministro Fernando Coelho Filho alegou que a MP era necessária, uma vez que a assembleia dos acionistas da estatal decidiu não operar mais as distribuidoras da Eletrobrás. Assim, “sem a venda das distribuidoras até abril, a privatização da Eletrobrás não sai. E o governo federal teria de injetar de R$ 10 bilhões a R$ 15 bilhões para que tudo continue a funcionar como está hoje”, falou.

Deixe um comentário