IFI estima déficit do governo central de 2017 em R$ 126 bi

LinkedIn

A Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado Federal estima que o governo central possa registrar déficit primário em dezembro de cerca de R$ 24 bilhões. Caso o dado se confirme, o déficit em 2017 alcançará R$ 126 milhões, valor inferior da meta fiscal atual, que é de déficit de R$ 159 bilhões. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (22).

O IFI ressalta que o resultado do ano anterior foi melhor do que o calculado em 2016, dando destaque para a receita primária líquida de (+2,6 em termos reais), devido a redução na despesa total de (-0,8 em termos reais).

Já em relação a dezembro de 2016, a retração é abaixo de R$ 24 bilhões, em 2017, contra R$ 64,3 bilhões, em 2016. Entretanto, o IFI explica que os dois resultados sofreram influência de eventos atípicos, com impacto negativo em 2016 e positivo em 2017.

De acordo a instituição, os eventos atípicos em dezembro de 2016 foram: transferências a Estados e municípios por conta da divisão de recursos repatriados, gerando a redução da receita primária líquida do mês; e o quitamento de sentenças judiciais e precatórios que, em 2017, foi adiantando para maio e junho.

Em dezembro de 2017, os eventos atípicos foram: receita de concessões e permissões nos setores de petróleo e gás natural (R$ 8,5 bilhões) e infraestrutura aeroportuária (R$ 4,5 bilhões); restituição ao Tesouro Nacional de precatórios não sacados na rede bancária (R$ 2,9 bilhões); e receitas de parcelamentos especiais, conhecidos como Refis, com valor calculado em R$ 2 bilhões.

*Com informações do Broadcast

Deixe um comentário