IGP-DI, varejo e mercados globais

LinkedIn

Mercados Globais

As bolsas asiáticas continuam a negociar com um alto volume, dando continuidade aos pregões de alta. O índice de Xangai registra a sua oitava alta consecutiva (veja no gráfico abaixo) e grande parte dos ativos asiáticos tiveram suporte das altas das commodities, como o índice de Tóquio, por exemplo.

A sequência de altas também impressiona nos Estados Unidos, onde o S&P teve a sua quinta alta consecutiva, acumulando alta de 2,77% até o momento. Historicamente, desde 1928, este feito se repetiu apenas sete vezes. Com o período de resultados trimestrais começando hoje; e os investidores se preparam para adiantar um trimestre marcado pelo forte crescimento econômico, dólar relativamente mais fraco, preços de energia e petróleo altos e desastres naturais.

Ainda nos EUA, os mercados aguardam o discurso de Neel Kashkari, um dos dirigentes do Fed que se mostrou bastante preocupado com o curso da inflação e, conseguinte, se colocando contra a alta do fed funds rate. Ontem, Bostic — outro dirigente do FED — disse em discurso que são esperadas de duas a três altas na taxa de juros; mas dependendo do comportamento da inflação, pode haver de três a quatro.

Brasil

Aqui, o IBGE divulgou o volume de vendas no varejo, que apresentou um crescimento em novembro. Na comparação com o mês de outubro, a variação foi de 0,7% enquanto o acumulado 2017 foi de 1,9%. O indicador de média móvel ficou praticamente estável, com variação de 0,1%.

Veja as colunas abaixo, apresentando a variação por atividade:

 

Além deste indicador, houve a divulgação do índice geral de preços – disponibilidade interna (IGP-DI). Este registrou uma alta de 0,74% em dezembro ante 0,80% em novembro. A tarifa de eletricidade residencial foi crucial para conter a inflação, uma vez que a maior desaceleração do índice partiu do grupo Habitação (-0,33% ante 0,77%).

Deixe um comentário