MoneyGram e Ripple anunciam parceria; mercado cripto opera em queda

LinkedIn

Mais um dia é iniciado em queda para a principal moeda digital, o Bitcoin (COIN:BTCUSD), que segue operando em queda. Às 11h00 desta sexta-feira (12), a moeda operava com uma queda de 3.08% — sendo cotada a US$ 14.051,99.

Em entrevista a Reuters, o especialista em criptomoedas Sergio Tanaka, acredita que janeiro será um mês com fortes oscilações para o Bitcoin. “Em curto e médio prazo a moeda tende a ter uma boa valorização. Vai sofrer sim, com as oscilações, principalmente no mês de janeiro, e depois tende a valorizar mais ainda”, afirma Tanaka.

A Ethereum (COIN:ETHUSD), segunda criptomoeda mais valiosa em termos de capitalização de mercado, após o bitcoin, operava com uma queda de 2.16% — cotada a US$ 1.268,72.

A terceira moeda no ranking, a Ripple (COIN:XRPUSD), operava com uma valorização de 7.64%, cotada a US$ 2,02.

O Bitcoin Cash (COIN:BCHUSD), às 11h10 estava cotado a US$ 2.567,59 com uma queda de 11.97%.

A Cardano (COIN:ADAUSD), que por sua vez assumiu a posição como uma das cinco melhores moedas para investir, operava com uma alta de 0.43% nesta sexta, sendo cotada a US$ 0,74.

Quer saber como converter suas criptmoedas? Clique aqui

Influências

O serviço de transferência de dinheiro internacional MoneyGram anunciou que adotará o token XRP da Ripple no seu sistema de pagamentos, com o objetivo de aumentar a velocidade e reduzir o custo dos pagamentos transfronteiriços.

Acompanhe o fórum ADVFN sobre criptomoedas 

O anuncio foi feito na quinta-feira (11), e informava que as duas empresas se associariam para lançar o programa piloto aberto para aumentar a eficiência dos processos internos da empresa baseada em Dallas.

O MoneyGram integrará o XRP através do xRapid, o produto da Ripple de liquidez sob demanda, que fornece às instituições financeiras liquidação em moeda estrangeira em tempo real.

Fonte: Portal do Bitcoin

Deixe um comentário