Boletim Focus: mercado reduz projeção para IPCA e sobe estimativa para o PIB de 2018

LinkedIn

Analistas e economistas do mercado financeiro reduziram suas estimativas para a inflação oficial deste ano e subiram a expectativa para o crescimento do país, conforme mostra a pesquisa feita pelo Banco Central (BC) no Boletim Focus. A pesquisa semanal divulgada toda segunda-feira mostra que, na sexta-feira, a mediana das projeções do mercado para o IPCA deste anto era de alta de 3,81%, abaixo dos 3,84% da sexta-feira anterior. Para 2019, a estimativa para o índice usado pelo BC em suas metas de inflação se manteve em 4,25%. A meta de inflação deste ano é de 4,5%, com piso de 3%, caindo no ano que vem para 4,25%.

Outros índice de inflação também tiveram suas projeções reduzidas para este ano. O IGP-DI passou de 4,46% para 4,36%, o IGP-M, usado nos contratos de locação, caiu de 4,51% para 4,50% e o IPC-Fipe passou de 4,19% para 3,86%. Os dados seguem os indicadores recentes de inflação menos pressionada por alimentos e gás de cozinha neste início de ano, inclusive com deflação no atacado. Para 2019, somente a projeção do IGP-DI foi reduzida, de 4,27% para 4,25%. As do IGP-M e do IPC-Fipe permaneceram em 4,30% e 4,09%.

Já para o crescimento da economia neste ano, a mediana das estimativas do mercado subiu de 2,70% para 2,80%, mantendo-se em 3% para 2019. O crescimento maior acompanha uma expectativa de produção industrial mais elevada, de 3,50% para 3,51% neste ano e de 3,08% para 3,20% no ano que vem. E uma balança comercial ligeiramente mais superavitária, de US$ 54,60 bilhões, ante US$ 54,50 bilhões na semana anterior.

A estimativa para os juros básicos ficaram estáveis em 6,75% no fim deste ano e 8% no fim de 2019, enquanto o dólar se manteve em R$ 3,30 e R$ 3,39, respectivamente.

Deixe um comentário