CVM e Previc são investigadas por ‘falhas' no Postalis

LinkedIn

O Ministério Público Federal apura se a Comissão de Valores Imobiliários (CVM) e a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) falharam ao não impedir o rombo milionário no fundo de pensão dos Correios, o Postalis.

De acordo com a PF e o MPF, a investigação foi confirmada pelo procurador federal Ivan Claudio Marx, também responsável pela operação “Pausare”, deflagrada há duas semanas para apurar fraudes em investimento do fundo.

A CVM é responsável por fiscalizar e normatizar os mercados de capitais, como proteger os investidores.

*Com informações do Estadão

 

Deixe um comentário