Dollar Week: moeda sobe 2,73% de olho nos juros e na Previdência

Google+ LinkedIn

dólar valorizou 2,73% ao longo da semana, com os investidores prestando antenção aos juros nacionais e dos Estados Unidos e na movimentação da Reforma da Previdência. Comitê de Políticas Monetárias (Copom) do Banco Central se reuniu pela primeira vez no ano e reduziu a taxa Selic para 6,75% ao ano. Esse é o 11º corte seguido e o menor nível da história, mas o Copom também sinalizou que a política de flexibilização deve acabar diante da evolução do cenário básico. O Banco Central também vendeu integralmente a oferta de até 9.500 contratos de swap cambial tradicional para rolagem do vencimento de março.Assim, já rolou US$ 1,9 bilhão dos US$ 6,154 bilhões totais que vencem no mês que vem. Já nos Estados Unidos, o temor é que o Federal Reserve (Fed), banco central americano, acelere alta dos juros no país, por causa dos dados recentes, como o mercado de trabalho. Por outro lado, no cenário político nacional, o mercado está acompanhando as articulações do governo para conseguir os 308 votos necessários para aprovar a Reforma da Previdência. As discussões em plenário sobre a medida estão previstas para começarem entre os dias 19 e 20 de fevereiro.

Ontem, a moeda teve alta de 0,65%, cotada a R$ 3,3017 para compra e R$ 3,3023 para venda.

Após 7 pregões em fevereiro, a moeda valorizou 3,84%. Já se foram 2 fechamentos negativo contra 5 positivos. Em janeiro, a divisa americana fechou cotada a R$ 3,1793  para compra e R$ 3,1803 para venda.

Em 2018, após 28 pregões, o dólar apresenta uma desvalorização de 0,36%. Já se foram 14 pregões em alta, contra 14 em baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,3133 para compra e a R$ 3,3144 para venda.

Resumo do dia

Na segunda-feira (05), o dólar teve alta de 1,01%, cotado a R$ 3,2455  para compra e R$ 3,2470 para venda. No dia seguinte, ele reucou de 0,028%, cotado a R$ 3,2446  para compra e R$ 3,2461 para venda.

No meio da semana, a moeda teve alta de 0,95%, cotada a R$ 3,2757  para compra e R$ 3,2770 para venda. Na quinta-feira (08), ela subiu 0,12%, cotada a R$ 3,2803 para compra e R$ 3,2811 para venda.

Ontem, o dólar teve alta de 0,65%, cotada a R$ 3,3017 para compra e R$ 3,3023 para venda.

Repórter da ADVFN, Ana Beatriz Bartolo é estudante de jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Interessada em política e economia, trabalha por um jornalismo ético que cumpra seu papel social. Contato: anab@advfn.com.br

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.