Eletrobras tem aval da Petrobras para vender distribuidora no Amazonas, diz fonte

LinkedIn

Eletrobras (BOV:ELET3) (BOV:ELET6) e a Petrobras (BOV:PETR3) (BOV:PETR4) chegaram a um acordo sobre a dívida bilionária que a subsidiária de distribuição de energia no Amazonas possui. Segundo uma fonte da Reuters, a decisão permitiria que a estatal elétrica continuasse com seus planos de privatização.

Para que a subsidiária Amazonas GT, a Eletrobras deveria cindir ativos de geração e transmissão da empresa. Mas a operação necessitava a autorização da Petrobras, por causa de um contrato de fornecimento de gás assinado entre elas.

“A Petrobras tinha que concordar com a transferência dos contratos (da Amazonas Distribuição para a Amazonas GT). Para ela concordar, tinha que resolver o problema da dívida passada, e elas chegaram a um entendimento”, disse a fonte.

A Eletrobras terá que quitar R$ 17 bilhões junto a petroleira, mas “prazo, carência e taxa” ainda estão sendo discutidos. Outros R$ 3 bilhões devidos ainda estão sendo analisados. “Essa é uma questão em que elas ainda não concordaram e continuarão discutindo”, disse a fonte.

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) já aprovou a “desverticalização’ da Amazonas Distribuição, ou seja, já aceitou os termos para a cisão dos ativos de geração e transmissão. A conclusão dessa operação deve acontecer até abril.

Deixe um comentário