Quais ações devem brilhar nesta semana?

LinkedIn

Os mercados acionários norte-americanos têm tudo para dar mais uma semana de alta aos investidores, após terem digerido uma possível elevação dos juros, a boa safra de balanços é fator mais do que importante para levantar os índices acionários americanos e internacionais.

No Brasil também temos uma importante divulgação de balanços esta semana.

Saiba quais são e as recomendações da Upside Investor para estas ações:

Segunda Feira 5/Fev

A semana começa com a divulgação dos balanços do conglomerado Itaúsa: Banco Itaú, Duratex, e de certa forma Porto Seguro.

Cabe lembrar que Banco Itaú se tornou uma das ‘darlings’, queridinhas dos investidores e analistas.  De um ponto de vista fundamentalista. O banco conseguiu superar as estimativas do mercado em quatro trimestres seguidos, ao que tudo indica este será mais um trimestre de resultados ‘gordos’.

Assim, consideramos ITUB4, uma das melhores oportunidades de day trade, ou de swing trade na semana. Mas cabe, lembrar que Bradesco apesar de ter divulgado um resultado que consideramos satisfatório, ainda sim, o banco não atingiu as expectativas e acrescida dos efeitos internacionais, terminou a semana em queda.

Do ponto de vista gráfico, a ação não conseguiu renovar a máxima histórica, o que deixa o caminho livre pra continuar subindo. Está numa zona de consolidação que tende a ter força no rompimento. O ponto negativo é que ficou um gap na região  de R$ 50,42, que  tende a fechar, mas pela força mostrada pelo papel é possível uma sequencia de renovação das máximas.

Porto Seguro (PSSA3)

A expectativa nossa é de que a seguradora divulgue um resultado melhor do que o 3T17. De fato, os números estão a favor, houve uma recuperação do setor automobilístico recentemente com vendas em ascensão. Há dois itens que nos preocupam, o resultado financeiro da seguradora e a sinistralidade por meio de roubos, que podem machucar a linha final.

Do ponto de vista gráfico, temos a mesma situação de ITUB4; rompendo a máxima de R$ 46,19 tem espaço pra continuar subindo. Porém, não teve força para suportar a pressão vendedora acima de R$ 45,78, o que torna essa região uma importante zona de resistência. Se continuar sem força para romper e se manter pode buscar uma correção até R$ 43,26 e depois R$ 40,53 para, então, tentar no investida rumo as máximas.

Duratex (DTEX3)

A empresa conseguiu superar a estimativa  por 3 trimestres consecutivos, nos esperamos um quarto trimestre, melhor que o terceiro.

Do ponto de vista técnico, o papel tem ótima tendência de alta, tem bons indícios de continuar rompendo os topos e continuar em sua tendência de alta, porém se o mercado passar por uma correção, pode sofrer junto.

Tim (TIMP3)

Ainda na segunda temos os resultados da Tim, a operadora divulgou resultados razoáveis nos dois últimos trimestres, e esperamos um resultado mais robusto para o quarto trimestre. É uma aposta interessante para swing trade ou mesmo para trading. Preferimos Tim a Duratex, por exemplo.

Terça Feira 6/Fev

Banco ABC (ABCB4)

De uma ótica fundamentalista, o banco desapontou nos 3 últimos trimestres, para o 4T17 esperamos um resultado inferior ao 3T17.

Em termos gráficos/técnicos, a ação apresenta tendência de alta fortíssima; enfrentou pressão vendedora na região dos R$ 19,23 e não conseguiu se manter. Se tiver força para passar, busca R$ 19,90 tranquilamente, se enfrentar correção pode buscar os R$ 18,26 para então retomar a tendência altista.

Quarta Feira 7/Fev

CVC (CVCB3)

Gostamos da história da empresa, pela sua consistência de resultados e pelo modelo de negócio ‘redondo’. A empresa superou o mercado no 3T17. Esperamos um resultado bom para o 4T17. Uma opção interessante de day trade.

Do ponto de vista gráfico, a ação mostra uma boa tendência de alta, prever quando o papel sofrerá uma correção mais acentuada, nos parece mais dificil. A continuação de topos ascendentes confirma a forte tendência de alta do papel e dará muita alegria aos comprados.

Suzano (SUZB3)

A produtora de celulose e papel conseguiu superar as estimativas nos dois últimos trimestres. O último trimestre de 2017, não deve vir tão forte. Pode ser uma opção interessante de day trade, o ativo tem liquidez, mas nossa convicção aqui é 50% de alta.

Pela ótica grafista: Deixou uma LTB para trás em Janeiro e agora dá uma consolidada para respirar e ganhar força para seguir no trend. Se não romper os R$ 21,75 complica e pode recuar ate níveis de  R$19,30.

Quinta Feira 8/Fev

Lojas Renner é o destaque de quinta feira. O quarto trimestre para empresas varejistas é sempre o mais importante, embora os resultados devam superar o do terceiro tri, LREN3 é uma empresa que ‘promete e entrega’. Logo, não esperamos grandes ‘surpresas’ com seu resultado.

Mas do ponto de vista gráfico, a ação mostra uma tendência de alta bem definida, precisa romper o topo anterior para seguir em alta R$ 38,95, é uma resistência importante e perdendo a mínima de sexta feira pode dar um empurrão para baixo. R$ 33,69 seria um bom ponto de correção.

Sexta Feira 9/Fev

A semana de balanços termina com Usiminas (USIM5) que tem feito seu trabalho de casa, em termos de equacionamento do endividamento e melhora dos aspectos operacionais. A empresa não surpreendeu o mercado no último trimestre. O resultado do quarto trimestre poderá não vir tão forte quanto o do terceiro.

Do ponto de vista técnico/grafista, a tendência de alta, chegou em um ponto que pode indicar uma correção. Se romper R$ 12,16 mostra sinal de muita força para seguir em sua alta iniciada em dezembro. Se voltar, tem suportes em R$ 10,93 e numa correção mais forte em R$ 9,79.

Deixe um comentário