Bovespa mantém queda em dia de resultado negativo da Petrobras

LinkedIn

O Ibovespa fechou o pregão em queda nesta quinta-feira (15), pressionada pela as ações da Petrobras que recuou quase 5% após divulgação de novo balanço trimestral com prejuízo.

Histórico

O indicador teve queda de 1,30%, cotado a 84.928,20 pontos. Os papéis da Petrobras (PETR4recuaram 4,8%, os da Gerdau (GGBR4perderam 3,2% e os da Gafisa (GFSA3desvalorizaram 3,0%.

Após 11 pregões em março, o índice recuou 0,50%. Já se foram 5 fechamentos positivos contra 6 negativos. Em fevereiro, o indicador fechou com  85.353,59 pontos.

Já no comparativo com 2017, após 50 pregões, o Ibovespa subiu 11,16%. Já foram 30 fechamentos positivos contra 20 negativos. Ano passado, o índice fechou com 76.402,08 pontos.

Influências

De acordo com alguns profissionais da área ouvidos pela Reuters, a baixa no bolsa paulista se dá pela queda da Petrobras e temores persistentes com a política protecionista do presidente norte-americano Donald Trump.

Conheça o Telegram ADVFN e fique por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro. 

Deixe um comentário