Estadão: Nubank é eleito o 3º unicórnio brasileiro

LinkedIn

A Nubank, startup pioneira no segmento de serviços financeirosfoi a terceira companhia brasileira a entrar para o clube dos “unicórnios”. O apelido é dado, no jargão empresarial, a startups avaliadas por investidores em R$ 1 bilhão ou mais. Até agora, apenas duas startups haviam conseguido o título: o aplicativo de transporte 99 e a plataforma de pagamento PagSeguro.

A 99 conseguiu o reconhecimento ao ser comprada pela chinesa Didi Chuxing por US$ 600 milhões em janeiro. A PagSeguro, por outro lado, alcançou o valor após sua oferta inicial de ações na bolsa de valores Nasdaq, nos EUA.

No caso da Nubank, de acordo com seu fundador e presidente, David Vélez, “a companhia conseguiu entrar no clube sem precisar fazer nenhuma das duas coisas.

Fontes próximas ao assunto ouvidas pelo o Estadão não souberam explicar quando isso aconteceu, mas acreditam que o exemplo da 99 e da PagSeguro levaram Vélez tornar pública a conquista. “É bom mostrar para os brasileiros que é possível empreender no país, mesmo em setores regulados”, disse o fundador.

Questionado sobre lançamento de ações em bolsa, o executivo conta que a companhia nunca discutiu o assunto, mas revela que é “ótimo ser uma empresa privada”.

Fonte: Estadão

Deixe um comentário