Índice de custo de vida para mais pobres tem deflação em fevereiro e sobe 1,94% em 12 meses

LinkedIn

O Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1) do mês de fevereiro, que mede o custo de vida para famílias com renda de até dois salários mínimos e meio, apresentou queda de -0,01%, taxa 0,51 ponto percentual (p.p.) abaixo da apurada em janeiro, quando o índice registrou variação de 0,50%. Com este resultado, o indicador acumula alta de 0,49%, no ano e de 1,94%, nos últimos 12 meses, informou hoje a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Já o IPC-BR, que mede o custo de vida para famílias com renda até 33 salários mínimos, em fevereiro, registrou variação de 0,17%. A taxa do indicador nos últimos 12 meses ficou em 3,07%, nível acima do registrado pelo IPC-C1.

Alimentação e transportes são destaques na queda

Sete das oito classes de despesa componentes do IPC-C1 apresentaram decréscimo em suas taxas de variação: Alimentação (1,19% para -0,31%), Transportes (1,77% para 0,76%), Educação, Leitura e Recreação (2,24% para -0,18%), Vestuário (0,19% para -0,72%), Comunicação (0,08% para -0,10%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,18% para 0,17%) e Despesas Pessoais (0,14% para 0,13%).
Nestes grupos, os destaques partiram dos itens: hortaliças e legumes (16,30% para -0,39%), tarifa de ônibus urbano (2,53% para 0,47%), cursos formais (7,00% para 0,00%), roupas (-0,26% para -0,70%), mensalidade para tv por assinatura (0,16% para -2,60%), salão de beleza (0,57% para 0,26%) e cartão de telefone (0,91% para -0,10%), respectivamente.
Em contrapartida, apenas o grupo Habitação (-0,83% para 0,07%) apresentou acréscimo em sua taxa de variação. Nesta classes de despesa, destaca-se o item tarifa de eletricidade residencial, que passou de -5,39% para 0,84%.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.