Aberdeen remove pedido de voto múltiplo e sistema de voto na assembleia volta a ser chapa, diz BRF

LinkedIn

A BRF (BOV:BRFS3) informou em fato relevante ao mercado nesta quarta-feira (25) o pedido da acionista Aberdeen para a retirada e cancelamento da adoçao do processo múltiplo para a eleição do Conselho de Administração na Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária marcada para amanhã (26).

Há duas semanas, a Aberdeen solicitou o pedido que gerou o reajuste na estrutura dos nomes para a eleição, por meio de duas chapas, uma da Previ e Petros e outro do conselho de administração de Abilio Diniz. Com a medida, apareceram novas indicações de acionistas como Luiza Trajano, do Magazine Luiza, e Pedro Parente, presidente da Petrobras.

No relatório, a BRF ainda disse que considerou o pedido de retirada do voto múltiplo pela Aberdeen e o fato de não ter havido solicitação da adoção do processo de voto múltiplo por outros acionistas titulares de 5% do capital social, conforme a eleição dos membros do Conselho de Administração será realizada pelo sistema de votação por chapa, como previsto no artigo 20 do Estatuto Social do grupo.

Além disso, serão desconsiderados os votos já enviados por acionistas para a eleição dos membros do Conselho pelo sistema de voto múltiplo, por meio de Boletim de Voto à Distância e pelo material constante do Pedido Público de Procuração realizado pela empresa.

Segundo a BRF, a chapa atualizada é composta pelos seguintes nomes: Augusto Marques da Cruz Filho, Dan Ioschpe, Flávia Buarque de Almeida, Francisco Petros Oliveira Lima Papathanasiadis, José Luiz Osório, Luiz Fernando Furlan, Pedro Pullen Parente, Roberto Antonio Mendes, Roberto Rodrigues e Walter Malieni Jr.

Deixe um comentário