Alívio global e forte alta no mercado local

LinkedIn

Mercados Globais

Os principais índices acionários sobem nesta quinta-feira, continuando a reviravolta de ontem em meio ao alívio com as tensões comerciais, quando Wall Street inverteu o seu movimento de queda para encerrar os negócios em alta. Na Europa, o Eurostoxx tem alta de 1,66%, e ainda tem o suporte da desvalorização do euro, que impulsionou as empresas exportadoras. Na China, o feriado manteve os mercados fechados em Xangai e em Hong Kong. No restante da Ásia, os mercados fecharam em alta, e Tóquio encerrou seus negócios com 1,53% de alta.

Na Europa, as vendas do varejo para o mês de fevereiro tiveram uma alta de 0,1%, bem abaixo do esperado (0,6%). Os dados sugerem que os gastos do consumidor europeu ainda são bastante tímidos neste início de 2018. Mesmo assim, o cenário permanece positivo para o varejo, e pela quantidade de novos negócios, a tendência para a taxa de desemprego deve permanecer em queda e a confiança do consumidor continua bastante positiva.

Ainda na Europa, o PMI composto da Zona do Euro caiu de 55,3 pontos para 55,2 pontos. A “safra” de divulgações de PMI de março tem mostrado números bem mais fracos do que o mercado esperava, indicando uma desaceleração da atividade econômica no mundo, deixando para trás as máximas de sete anos, veja abaixo o desempenho da indústria global, medido pelo PMI:

Nos Estados Unidos, o mercado aguarda o discurso de Bostic às 14h e o evento que envolve o presidente Trump em mesa de discussões sobre a reforma tributária às 15h25. Na próxima semana, a Câmara dos Representantes deve votar a legislação para dar ao Fed a única autoridade para rever a proibição da regra Volcker.

Brasil

O Ibovespa futuro sinaliza uma forte alta no pregão que sucede a negação do habeas corpus ao Lula. A decisão impulsionou o ânimo dos investidores, e deve se somar ao clima positivo no exterior. Os juros, assim como o dólar, reagem em queda ao principal driver local. Viés positivo para a bolsa.

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, concederá entrevista entre 11h-14h. Na agenda econômica, a Anfavea divulgará os dados de produção e venda de veículos. A atual situação do setor é de otimismo e tem tido um efeito bastante positivo na produção industrial. Além disso, tem mantido a demanda interna por aço aquecida, sendo um dos setores que mais contribuiu para a receita das siderúrgicas no mercado local.

Deixe um comentário