As ações preferidas pelos analistas das corretoras em abril

LinkedIn

O ambiente continua positivo para a bolsa brasileira, com os juros em queda e retomada do crescimento e um cenário externo também de crescimento, com os juros nos Estados Unidos subindo de maneira gradual, favorecendo os ativos de risco e os mercados emergentes, avaliam analistas de diversas corretoras. Mas eles apontam que cada vez mais os riscos devem aparecer, especialmente no Brasil, com a definição das candidaturas à Presidência e os desdobramentos do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e novas acusações contra o presidente Michel Temer. E, no exterior, há a instabilidade provocada pela guerra comercial declarada pelo presidente americano, Donald Trump, cujo temperamento instável acentua também os riscos geopolíticos com Coreia do Norte, Rússia e Oriente Médio.

A expectativa de maiores oscilações pelo cenário político e internacional levam as 13 corretoras acompanhadas pelo Portal do Pavini a aumentar a diversificação em abril. Há um número maior de ações com poucas indicações. Mas Itaú Unibanco, Petrobras e a bolsa B3 seguem como as mais citadas pelos analistas, como em março.

As preferidas das corretoras
Abril Código Indicações
Itaú Unibanco PN ITUB4 7
Petrobras PN PETR4 7
B3 ON BVMF3 6
Equatorial Energia ON EQTL3 4
Klabin Unit KLBN11 4
Lojas Americanas PN LAME4 4
Rumo Logística RAIL3 4
Via Varejo Unit VVAR11 4
Ambev ON ABEV3 3
Banco do Brasil ON BBAS3 3
Bradesco PN BBDC4 3
Gerdau PN GGBR4 3
Smiles ON SMLS3 3
Suzano Papel ON SUZB3 3
Usiminas PNA USIM5 3
Vale ON VALE3 3
Telefônica do Brasil PN VIVT4 3

Juro menor ajuda

A expectativa é que o juro básico Selic caia dos atuais 6,5% ao ano para 6,25% em maio e, depois, deve fica nesse nível por um bom tempo, o que significa juros reais mais baixos, diante de uma inflação que vai subir para perto da meta ao longo dos próximos meses.

Lucro maior das empresas

Com o custo de oportunidade dos juros reais mais baixo, a busca por diversificação deve aumentar. Já a retomada da economia deve aumentar o lucro das empresas, pelo lado das vendas e da redução do custo dos empréstimos. O banco estima um aumento de 18% nos lucros este ano, próximo do registrado no ano passado. Nas estimativas do banco BTG Pactual, o preço das ações do Índice Bovespa em relação ao lucro projetado para os próximos 12 meses caiu de 14,5 vezes para 13,7 vezes de janeiro para março. O banco optou este mês por ações de setores beneficiados pela retomada da economia e também por retornos em dividendos atrativos, além de eventos específicos, caso da Embraer, que deve ser beneficiada pelo acordo em negociação com a americana Boeing.

Já a Planner corretora lembra que, após a safra de balanços do ano passado, as atenções do mercado devem se voltar para a corrida presidencial, com destaque para a decisão desta semana do Supremo sobre o ex-presidente Lula. A corretora sugere papéis mais defensivos, uma vez que o noticiário negativo pode ter maior impacto sobre o mercado, especialmente nas ações mais negociadas, as blue chips. Há também as negociações comercial entre Estados Unidos e China, que podem acentuar o clima de guerra comercial e atingir as bolsas mundiais, observa a corretora Coinvalores.

Ao mesmo tempo, uma economia mais forte nos Estados Unidos e uma inflação em alta tendem a manter o dólar em um nível mais alto, enquanto a recuperação gradual da economia brasileira e a perspectiva de pelo menos mais um corte de juros permitem um viés positivo para o Ibovespa, diz a Guide Investimentos. Há, porém, expectativa de  volatilidade mais acentuada para os ativos locais, com o maior risco vindo do exterior.

Ibovespa aos 93 mil pontos

Já o BB Investimentos avalia que o balanço de riscos internos e internacionais que podem influenciar o Índice Bovespa sinaliza baixa para o índice este mês. Apesar disso, o banco de investimentos revisou o preço-alvo do Índice Bovespa, para 93 mil pontos no fim de 2018, a partir dos resultados das empresas no ano passado divulgados recentemente.

A tendência de baixa estaria mais ligada aos investidores estrangeiros, que já tiraram da bolsa brasileira em fevereiro e março os mais de R$ 9 bilhões que trouxeram em janeiro. E a tensão entre China e EUA e declarações de diretores do Federal Reserve (Fed, banco central americano) sobre juros mais altos para combater a inflação podem mexer com os mercados acionários.

Bradesco vê exagero no cenário pessimista

Já o Bradesco se diz cautelosamente otimista com o cenário local, citando a forte recuperação dos lucros das empresas, a queda dos juros longos e a recuperação das empresas estatais. Segundo o banco, as ações brasileiras hoje estão embutindo em seu valor uma chance de 50% de paralisação das reformas fiscais, o que o Bradesco considera muito elevada. O banco estima ainda um crescimento dos lucros das empresas brasileiras entre 90% e 120% nos próximos quatro anos, considerando a continuidade do ajuste fiscal.  O Bradesco reconhece que as incertezas globais e o início da campanha eleitoral devem aumentar a instabilidade das ações brasileiras, por isso recomenda mais ações defensivas, pagadoras de dividendos, ou exportadoras, além de empresas que se beneficiam do crescimento do país.

Confira abaixo as indicações das corretoras para abril:

Indicações de abril de 2018
Corretora Empresa Código
BB Invest Bradesco PN BBDC4
CCR ON CCRO3
CSN ON CSNA3
Klabin Unit KLBN11
Metal Leve LEVE3
Smiles ON SMLS3
Transm Aliança Unit TAEE11
Ultrapar ON UGPA3
Vale ON VALE3
Via Varejo Unit VVAR11
Ativa Equatorial Energia EQTL3
Petrobras PN PETR4
Klabin Unit KLBN11
Itau Unibanco ITUB4
Gerdau GGBR4
Ultrapar ON UGPA3
Natura ON NATU3
Via Varejo Unit VVAR11
Santander Itaú Unibanco ITUB4
TIM TIMP3
Banco do Brasil BBAS3
Iochpe Maxion ON MYPK3
Petrobras ON PETR3
CVC Brasil CVCB3
Rumo Logística RAIL3
Localiza ON RENT3
ETF S&P 500 BOVA11
Guide B3 B3SA3
Suzano Papel ON SUZB3
Tenda TEND3
Rumo Logística RAIL3
Equatorial Energia EQTL3
Marcopolo PN POMO4
Itaúsa ITSA4
CVC Brasil CVCB3
Usiminas PNB USIM5
Petrobras PN PETR4
Terra Petrobras PN PETR4
Cemig PN CMIG4
Lojas Americanas PN LAME4
Valid ON VLID3
Itaú Unibanco PN ITUB4
Sabesp ON SBSP3
MRV ON MRVE3
Coinvalores Magazine Luíza MGLU3
CCR CCRO3
Bradesco PN BBDC4
Metal Leve LEVE3
Trisul ON TRIS3
Gerdau PN GGBR4
Kroton ON KROT3
B3 B3SA3
Pão de Açúcar PN PCAR4
Itaú Unibanco PN ITUB4
RaiaDrogasil RADL3
Petrobras PN PETR4
Azul ON AZUL4
Smiles ON SMLE3
Copel PNB CPLE6
Vale ON VALE3
Bradesco Banco do Brasil BBAS3
B3 ON B3SA3
Duratex ON DTEX3
Suzano Papel ON SUZB3
Itaú Unibanco PN ITUB4
Iguatemi ON IGTA3
Petrobras PN PETR4
Randon PN RAPT4
Via Varejo Unit VVAR11
Usiminas PNA USIM5
Magliano Carrefour ON CRFB3
Klabin Unit KLBN11
Ambev ON ABEV3
Energias do Brasil ON ENBR3
M Dias Branco ON MDIA3
Telefônica BR VIVT4
Engie ON EGIE3
SulAmerica Unit SULA11
AES Tietê Unit TIET11
WEG ON WEGE3
BTG Pactual Itau Unibanco ITUB4
MRV MRVE3
Telefônica BR VIVT4
Cosan ON CSAN3
Rumo Logística RAIL3
B3 B3SA3
Embraer EMBR3
Equatorial Energia EQTL3
Localiza ON RENT3
IRB IRB3
Itaú Ambev ON ABEV3
Bradesco PN BBDC4
Gerdau PN GGBR4
Smiles ON SML3
Valid ON VLID3
XP Invest Banco do Brasil BBAS3
Lojas Americanas PN LAME4
Petrobras PN PETR4
Via Varejo Unit VVAR11
Rumo Logística RAIL3
Suzano Papel ON SUZB3
B3 ON B3SA3
Usiminas PN USIM5
IRB Brasil Resseg IRB3
Randon PN RAPT4
Vale ON VALE3
Planner Braskem BRKM5
Carrefour ON CRFB3
Fleury ON FLRY3
Itaú Unibanco PN ITUB4
Klabin Unit KLBN11
Ferbasa PN FESA4
Lojas Americanas PN LAME4
Telefonica Brasil PN VIVT4
Taesa Unit TAEE11
Tupy TUPY3
Socopa Petrobras PN PETR4
Equatorial Energia EQTL3
Ambev ON ABEV3
B3 ON B3SA3
Itausa PN ITSA4

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.