BB Investimentos: Fluxo de capital externo será preponderante para a tendência; Confira as recomendações para o mês de abril

LinkedIn

Em relatório enviado ao mercado, o BB Investimentos acredita que dentro do atual cenário, ponderado o balanço de riscos internos e internacionais que poderão influenciar os mercados acionários, o Ibovespa sinaliza viés de baixa para de abril. A temporada de resultados de empresas terminou e o banco revisou o preço-alvo do Ibovespa para 93.000 no final de 2018.

O Índice registrou recordes sucessivos nos dois primeiros meses do ano, que resultaram na sua máxima histórica de 88.317 pontos (+15,6% no ano) no final de fevereiro. Durante o mês de março, o Ibovespa permaneceu estável, encerrando o mês aos 85.365 pontos (+0,01%), acumulando +11,73% no ano e +30,27% em 12 meses. A volatilidade intradiária se elevou com a maior aversão ao risco advindas do cenário externo.

A corretora afirma que o índice prosseguiu com volatilidade elevada e as forças de baixa se intensificaram, levando o Ibovespa a cumprir o objetivo baixista. Para o próximo mês, os padrões gráficos seguem em tendência de baixa, podendo tocar tanto o fundo em 82.800, quanto o topo de 87.300 pontos ao longo do mês. O BB Investimentos destaca que “embora acreditemos no viés de baixa para abril, a tendência de longo prazo se mantém em configuração de alta, ainda sem sinais de reversão ao movimento iniciado em junho de 2016. Próximos suportes em 79.400, 81.100 e 84.700 pontos; resistências em 87.500 e 89.100 pontos.”

Diante desse cenário, confira as recomendações do BB Investimentos para o mês de abril. 

Carteira Plena

Para este mês, a corretora indica os ativos da Via Varejo (VVAR11), Vale (VALE3), Ultrapar (UGPA3), Taesa (TAEE11), Smiles Fidelidade (SMLS3), Metal Leve (LEVE3), Klabin (KLBN11), CSN (CSNA3), CCR (CCRO3) e Bradesco (BBDC4). 

Carteira Top 5+

Para a Carteira Top 5, o BB optou pelos ativos da CCR (CCRO3), Bradesco BBDC4), CSN (CSNA3), Vale (VALE3), e Via Varejo (VVAR11). 

Deixe um comentário