Bom dia, Investidor! 06 de abril de 2018

Google+ LinkedIn

Esse é o Bom Dia, Investidor, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Para saber o que aconteceu ontem após o fechamento do mercado, confira o nosso Boa noite, Investidor!

Pré Market

A celeridade na decisão do juiz Sérgio Moro em mandar prender o ex-presidente Lula – o que deve acontecer até as 17h de hoje, em Curitiba – gerou perplexidade e surpreendeu até mesmo a Polícia Federal, que não esperava a expedição de uma ordem de prisão tão cedo. Trata-se da decisão mais rápida entre todos os condenados da Lava Jato que estavam soltos, mas a agilidade não muda em nada a indefinição no cenário eleitoral brasileiro, o que reteve ontem a euforia nos mercados domésticos, na esteira da decisão da véspera do STF, e não deve animar tanto os negócios locais hoje.

Ainda mais diante da nova ofensiva lançada pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, contra a China. Ele ordenou que o representante do Comércio norte-americano analise mais US$ 100 bilhões em novas tarifas contra produtos chineses, “à luz da retaliação injusta de Pequim”. Assim que a notícia foi divulgada, quando Wall Street já esteve fechada, os índices futuros das bolsas de Nova York mergulharam no vermelho e seguem no campo negativo nesta manhã, com perdas ao redor de 1%, inibindo o apetite por risco pelo mundo.

A reação dos mercados na Ásia nem foi tão grande, com o feriado chinês que manteve a Bolsa de Xangai fechada hoje ajudando a amenizar a tensão em torno do tema. Mesmo assim, o Ministério do Comércio chinês afirmou que a China irá combater até o fim e a qualquer custo, em resposta às ameaças de tarifas adicionais às importações do país.

Isso porque o foco do governo Trump está, agora, em violações de propriedade intelectual, em meio a uma batalha sobre a soberania na Inteligência Artificial. Washington tem como alvo o setor de alta tecnologia, que Pequim denominou como um dos pilares para transformar o país na maior potência mundial.

Leia: Pré-Market: Dias abreviados

Destaques Corporativos

Gol (GOLL4): A Gol linhas aéreas inteligentes divulgou nesta quinta-feira (5) sua atualização ao investidor. Segundo o comunicado, a Gol estima uma margem operacional de 15% a 15,5% no primeiro trimestre de 2018.

BRF (BRFS3): A BRF informou ao mercado que Abilio Diniz não ira renunciar ao cargo de presidente do conselho da BRF.

Tenda (TEND3): A construtora Tenda anunciou a recompra de até 5 milhões e 398 mil ações ordinárias de emissão da companhia. O prazo para as aquisições é de até 12 meses, com início no dia 30 de abril.

CVC (CVCB3): A CVC informou na noite desta quinta-feira (5), que teve aumento de 12,7% nas reservas confirmadas.

Energisa (ENGI11): A Energisa informou ao mercado que está planejando uma oferta pública de aquisição das ações da Eletropaulo a R$ 19,38 por ação. Com a oferta, a empresa pretende desembolsar R$ 3,2 bilhões.

Itaú (ITUB4) Bradesco (BBDC4): Os bancos Itaú Unibanco e Bradesco estão fazendo exigências para liberar R$ 3 bilhões de recursos para a Odebrecht. Segundo o jornal O Estado, a Odebrecht irá oferecer as ações da Braskem como moeda de troca.

Lojas Americanas (LAME4): A Lojas Americanas reduziu o preço de vencimento da sua emissão de debêntures, aprovava no início desta semana pelo conselho de administração. O prazo atual será de cinco anos, mas o desejo da empresa era de vencimento em sete anos.

Recomendações de Ativos

(GOLL4): O Morgan Stanley elevou o preço-alvo do ativo para R$ 15 e manteve a recomendação de compra.

(RAIL3): A equipe do Credit Suisse elevou o preço alvo do ativo para R$ 16, com recomendação outperform.

(TEND3): O banco Santander iniciou a cobertura da Tenda com recomendação de compra e preço-alvo em R$ 31,70.

(BBAS3): O ativo foi mantido como Top Pick no setor pela equipe do Itaú BBA. Segundo o banco, a melhora em posição de capital tornou o papel atrativo.

(VIVT4): O Credit Suisse reiterou a recomendação do ativo como neutra e preço-alvo em R$ 56.

(ABEV3): Os analistas do Itaú BBA fixaram o preço-alvo do ativo para 2018 em R4 25 e mantiveram a recomendação como outperform. 

(RADL3): O Credit Suisse rebaixou a recomendação do papel para underperform, com preço-alvo de R$ 68.

Notícias

Blocos do Pré-Sal: O governo espera realizar durante o mês de agosto, o leilão extraordinário dos blocos do pré-sal.

Donald Trump: O presidente norte-americano Donald Trump está considerando aplicar tarifas adicionais de US$ 100 bilhões como represalia à China.

Lula: A defesa do ex-presidente Lula entrou com mais um pedido de habeas corpus para evitar a prisão determinada nesta quinta-feira (5), pelo juiz Sérgio Moro.

Agenda Econômica

BRASIL
* O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, deve anunciar saída do Ministério da Fazenda.

* Não indicadores previstos.

ESTADOS UNIDOS

* O número de empregos criados ou perdidos pela economia (payroll) e a taxa de desemprego referentes a março serão publicados às 9h30 pelo Departamento do Trabalho.

* O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano),  Jerome Powell, fará discurso às 14h30 no Clube Econômico de Chicago, sobre perspectivas econômicas.

* Os dados sobre a crédito ao consumidor de fevereiro serão publicados às 16h pelo Federal Reserve.

EUROPA E ÁSIA
* A bolsa de Xangai permanece fechada em função de um feriado.

* Japão: a leitura preliminar do índice de indicadores antecedentes de fevereiro será publicada às 2h pelo gabinete do governo.

* Alemanha: a produção industrial de fevereiro será publicada às 3h pelo Ministério de Economia e Tecnologia.

 

Bruna Rodrigues é estudante de jornalismo pela universidade FIAM-FAAM. Repórter da ADVFN e responsável pela Bússola de Investimentos, Destaques do Dia, Criptomoedas e Boletim Focus. Contato: brunar@advfn.com.br

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.