Bom dia, Investidor! 09 de abril de 2018

LinkedIn

Esse é o Bom Dia, Investidor, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Para saber o que aconteceu ontem após o fechamento do mercado, confira o nosso Boa noite, Investidor!

Pré Market

O mercado financeiro inicia a semana ciente de que vacilou ao supor que os eventos recentes no Brasil e no exterior não seriam algo mais sério. Com isso, os investidores redobram a postura defensiva e só não reagem de modo mais agressivo (e negativo) diante das notícias, porque os ativos globais já estão em um estado vulnerável, aguçando o vaivém dos negócios.

Ou seja, o sinal positivo visto nos índices futuros das bolsas de Nova York nesta manhã não significa, necessariamente que a sessão será de ganhos. O mesmo se pode dizer para o pregão na Europa, que abriu embalada por Wall Street, após um desempenho positivo na Ásia, apesar da cautela antes do discurso do presidente chinês, Xi Jinping, amanhã. Já as commodities industriais se recuperam com a queda do dólar e o rendimento dos bônus avança.

Os investidores seguem convictos de que as duas maiores economias do mundo vão resolver a disputa comercial sem guerra, o que realimenta o apetite por risco. No fim de semana, o presidente norte-americano, Donald Trump, adotou um discurso mais conciliador em relação a China, mostrando certo otimismo com o fim das restrições impostas por Pequim, “porque essa é a coisa certa a ser feita”. Não é, portanto, um avanço amigável das negociações.

No Brasil, o ex-presidente Lula se entregou no sábado e está sob a custódia da Polícia Federal, em Curitiba. Mas para os investidores, a prisão do líder petista não afasta as incertezas com as eleições e o evento só importa pelo impacto que tiver no quadro eleitoral até outubro.

O grande risco é que a quantidade elevada de candidatos ao pleito impulsione nomes de pouca expressão na disputa presidencial. E tal situação demanda mais prêmios de risco, especialmente em um momento de incerteza externa. Ou seja, tanto aqui quanto lá fora, os ativos estão em um momento de pouca visibilidade e sem tendência.

Leia: Pré-Market: Volátil e vulnerável

Destaques Corporativos

Light (LIGT3) / BTG Pactual (BPAC11): O fundo de pensão americano Massachusetts Reserves, notificou judicialmente o BTG Pactual e a Light, na semana passada, por causa das investigações da Operação Zelotes.

Petrobras (PETR4): As negociações sobre um novo contrato de fornecimento de nafta entre a Petrobras e a Braskem teve início nesse final de semana. O acordo atual termina em 2020, mas sua prorrogação se tornou necessária.

Eletropaulo (ELPL3): Após receber ofertas da Energisa e da Enel, fontes afirmam que as próximas a disputarem a Eletropaulo são a Neoenergia, a Equatorial e a CPFL.

Brasil Pharma (BPHA3): A Brasil Pharma divulgou nesta sábado  (7), que suspendeu a atividade de 56 lojas no estado da Bahia e 7 lojas do Estado do Pará. A companhia informou que as atividades permanecerão suspensas até a finalização e a aprovação do Plano de Recuperação Judicial.

Banrisul (BRSR6): O Banrisul informou na última sexta-feira (6), que o governo gaúcho cancelou a oferta pública de ações.

Recomendações de Ativos

(MDIA3): O J.P. Morgan rebaixou a recomendação do papel para neutral, com preço-alvo de R$ 52.

(BEEF3): A equipe do J.P. Morgan elevou a recomendação da Minerva para overweight, com preço-alvo de R$ 13.

(VALE3): A equipe de análise do Itaú BBA retirou a ABEV3 e incluiu o ativo da VALE3 na sua carteira Brazil Buy List.

Itaú BBA: Além da Vale, o banco incluiu os ativos do BBAS3, CMIG4, CYRE3, GGBR4, MYPK3, PETR4, TGMA3, TIMP3 e VALE3 na sua carteira Brazil Buy List.

Magliano: A corretora Magliano recomendou a compra dos ativos da WEGE3, PETR4, PCAR4, ECOR3 e BBDC3 em sua carteira semanal.

Notícias

Boletim Focus: Os analistas do mercado financeiro baixaram novamente sua estimativa para a inflação e também para o crescimento do PIB em 2018. Segundo o relatório Focus, para a inflação de 2018, a projeção do mercado recuou de 3,54% para 3,53%, registrando a décima queda seguida do indicador. Para o PIB, a previsão de crescimento recuou de 2,84% para 2,80%.

Lula: Preso desde sábado na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, o ex-presidente Lula tem, mais uma vez, a possibilidade de liberdade nas mãos dos ministros do STF. O ministro Marco Aurélio Mello vai colocar em pauta na sessão desta quarta-feira (11), um pedido de liminar, formulado pelo PEN, para impedir as execuções antecipadas de pena até que sejam julgadas as Ações Diretas de Constitucionalidade (ADCs).

Minério de Ferro: Os contratos futuros do minério de ferro, negociados na bolsa de Dalian, na China, encerraram a jornada desta segunda-feira com queda de 0,67% a 444 iuanes por tonelada.

Agenda Econômica

BRASIL
* A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) divulga pela manhã o Índice de Preços ao Consumidor do município de São Paulo (IPC-SP) referente à primeira quadrissemana de abril.

* A Fundação Getulio Vargas (FGV) divulga às 8h os dados do Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) referentes a março. O Termômetro CMA aponta altas de 0,66% ante fevereiro e de 0,86% em 12 meses.

* A FGV divulga às 8h os dados da primeira leitura do Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) referentes a abril.

* O Banco Central (BC) divulga às 8h30 o Relatório Focus com as previsões do mercado para a economia.

* O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) divulga às 15h os dados da balança comercial da primeira semana de abril.

* A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulga o índice de Medo do Desemprego e Satisfação com a Vida. .

ESTADOS UNIDOS
* Não há indicadores previstos.
EUROPA E ÁSIA
* Alemanha: o saldo comercial e o saldo em conta corrente de fevereiro serão publicados às 3h pelo departamento oficial de estatísticas do país. Em janeiro, houve superávit comercial de 17,4 bilhões de euros e superávit em conta corrente de 22 bilhões de euros.

* Eurozona: o índice que mede a confiança dos investidores na economia referente a abril será publicado às 5h30 pelo Sentix. Em março, o índice caiu a 24 pontos, de 31,9 pontos em fevereiro.

 

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.