Bom dia, Investidor! 24 de abril de 2018

LinkedIn

Esse é o Bom Dia, Investidor, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Para saber o que aconteceu ontem após o fechamento do mercado, confira o nosso Boa noite, Investidor!

Pré Market:

A preocupação com os rumos da política monetária nos Estados Unidos cresce, em meio aos sinais de aceleração da inflação no país, e segue permeando o mercado financeiro nesta terça-feira, em meio à escalada do título norte-americano de 10 anos (T-note) rumo à marca psicológica de 3%. O movimento nos negócios com bônus continua fortalecendo o dólar globalmente, diante da perspectiva de reversão dos estímulo adotados pelo Federal Reserve.

Nesta manhã, a moeda norte-americana era negociada no maior nível em três meses em relação às principais moedas rivais, ao passo que o juro projetado pela T-note oscilava em baixa pela primeira vez em mais de uma semana, em torno de 2,96%, influenciando o comportamento dos bônus soberanos europeus. O alívio observado nos negócios com títulos abre espaço para uma tentativa de alta nas bolsas, com os índices futuros em Wall Street embalando o pregão na Europa.

Na Ásia, destaque para os ganhos firmes nas bolsas de Hong Kong (+1,4%) e de Xangai (+2,0%), reagindo a notícias de que o governo de Pequim estaria disposto a amenizar a política de restrição ao crédito, favorecendo alguns setores da economia que estavam com dificuldades de acesso. Em Tóquio, a alta foi de 0,9%, diante do recuo do iene. Nas commodities, o petróleo volta à faixa de US$ 69, na máxima em três anos, e o cobre avança.

O movimento nos mercados internacionais sinaliza, por ora, apenas uma pausa dos investidores nas empreitada rumo à barreira de 3% do papel referencial norte-americano sobre o custo do empréstimo. Afinal, o processo de abertura das taxas de juros nos EUA e nos países desenvolvidos tende a ser seguido de uma tentativa de acomodação, o que, quando acontece, permite alguma nova alocação em ativos de risco – como a que se vê hoje.

Leia: Pré-Market: Mais do mesmo

Destaques Corporativos

Kroton (KROT3): Segundo o jornal Valor Econômico, ao adquirir o controle da Somos Educação, maior grupo de educação básica do país, a Kroton se tornou líder também na educação básica.

Cemig (CMIG4): A Cemig anunciou que vai investir R$ 40 milhões em dois projetos de armazenamento de energia elétrica nos próximos quatro anos.

Eletropaulo (ELPL3): O conselho de administração da Eletropaulo anunciou que manterá a emissão de novas ações da companhia para capitalização do negócio.

 Vale (VALE3): A Vale deve anunciar nesta quarta-feira (25), resultados sólidos referentes ao primeiro trimestre de 2018, segundo as estimativas do mercado financeiro.

Hypera Pharma (HYPE3): A Hypera informou que perdeu cerca cde R$ 2,8 bilhões em valor de mercado desde a ação da Polícia Federal.

Recomendações de Ativos

(SEDU3): A equipe do Bradesco BBI cortou a recomendação do ativo para neutra e elevou o preço alvo para R$ 23,75.

(VALE3): O Royal Bank of Canadá rebaixou a recomendação do ADR da Vale para sector perform e fixou o preço alvo em US$ 16.

(EMBR3): A agência de classificação de risco S&P elevou a perspectiva da nota de crédito da Embraer para estável e manteve a nota em ‘BBB’.

Notícias

Minério de Ferro: Os contratos futuros do minério de ferro, negociados na Bolsa de Dalian, na China, encerraram a jornada desta terça-feira com queda de 0,42% a 470 iuanes por tonelada.

Banrisul Cartões: De acordo com o jornal O Estado, a operação de cartões do Banco do Estado do Rio Grande do Sul, a Banrisul Cartões, acaba de bater o martelo para a contratação do sindicato de bancos que irá estruturar sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). A companhia mira o mês de julho para a abertura de capital.

Agenda Econômica

BRASIL
* A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) divulga às 7h a terceira prévia do Indice de Preços ao Consumidor do município de São Paulo (IPC-SP) referente a abril.

* A Fundação Getulio Vargas (FGV) divulga às 8h os dados regionais da terceira leitura do Indice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) referentes a abril.

* A FGV divulga às 8h os dados da sondagem sobre a confiança do consumidor referentes a abril.

ESTADOS UNIDOS

* O índice Case-Shiller de preços de imóveis residenciais de fevereiro será publicado às 10h pela S&P Dow Jones Indices. Em janeiro, o índice subiu 6,4% em base anual. Analistas esperam alta de 6,3% em fevereiro.

* O índice de confiança do consumidor de abril será publicado às 11h pelo Conference Board. Em março, o índice caiu para 127,7 pontos, de 130,0 pontos em fevereiro. O mercado prevê queda para 126 pontos em abril.

* Os dados sobre a vendas de imóveis residenciais novos em março serão publicados às 11h pelo Departamento do Comércio. Em fevereiro, as vendas caíram 0,6% ante janeiro. A previsão é de alta de 1,6% nas vendas em março.

EUROPA E ÁSIA
* Japão: a leitura revisada do índice de indicadores antecedentes referente a fevereiro será publicada às 2h pelo gabinete do governo do país. A versão preliminar mostrou alta para 105,8 pontos, de 105,6 pontos em janeiro.

* Alemanha: o índice IFO de confiança do empresário de abril será publicado às 5h30 pelo CESifo Group. Em março, o índice caiu a 114,7 pontos, de 115,4 pontos em fevereiro.

* Reino Unido: o resultado das contas públicas de março será publicado às 5h30 pelo departamento de estatísticas. Em fevereiro, houve déficit nominal de 1,3 bilhão de libras.

 

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.