Bovespa recua com incertezas a Lula e exterior

LinkedIn

O Ibovespa recuou nesta sexta-feira (6), em meio as incertezas com a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de uma possível guerra comercial desencadeada pelos EUA.

Histórico

O indicador teve queda de 0,46%, cotado a 84.820,42 pontos. Os papéis da Gafisa (GFSA3ampliaram 5,1%, e os das Petrobras (PETR3avançaram 1,0%.

Por outro lado, os ativos da Eletrobras (ELET3) caíram 9,2%, os da Eletrobras (ELET6) recuaram 8,2%, e os da Usiminas (USIM3) reduziram 1,4%.

Após 5 pregões em abril, o índice desvalorizou 0,64%. Houve 1 fechamento positivo contra 4 negativos. Em março, o indicador fechou com 85.365,56 pontos.

Já no comparativo com 2017, após 65 pregões, o Ibovespa subiu 11,01%. Já foram 36 fechamentos positivos contra 29 negativos. Ano passado, o índice fechou com 76.402,08 pontos.

Influências

A Polícia Federal decidiu que não há condições de cumprir o mandado de prisão contra o ex-presidente Lula na noite desta sexta-feira (6).

O ex-presidente teve sua prisão decretada na noite de ontem pelo juiz Federal Sergio Moro, que deu prazo para que o petista comparecesse até 17h desta tarde à Policia Federal.

Deixe um comentário