Cade proíbe participação da CSN em assembléia da Usiminas

LinkedIn

O Tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) negou nesta quarta-feira (11) o pedido da CSN (BOV:CSNA3) para participar da Assembléia Geral Ordinária (AGO) da Usiminas (USIM5), marcada para dia 25.

Em nota, o Cade conta que a questão foi analisada pela Procuradoria Federal Especializada junto ao órgão (PFE/Cade) e levada à apreciação do Conselho por meio de despacho do conselheiro João Paulo de Resende, homologado por unanimidade.

Ainda de acordo com o Conselho,  “A CSN é uma das acionistas minoritárias da Usiminas. Por meio de sucessivas aquisições em bolsa de valores, tornou-se detentora individual de 17,43% das ações totais, sendo 14,13% das ordinárias e 20,71% das preferenciais. O atual bloco de controle da siderúrgica mineira é formado pelos Grupos Nippon, Techint e pela Caixa dos Empregados da Usiminas”.

Fonte: Broadcast

Deixe um comentário