Dólar mantém alta com o mercado acompanhando a política local

Google+ LinkedIn

O dólar manteve os ganhos nesta sexta-feira (13), em dia de agenda vazia e com investidores acompanhando os próximos passos da política brasileira.

Histórico 

A moeda teve alta de 0,53%, cotada a R$ 3,4254 para compra e R$ 3,4261 para venda.

Após 10 pregões em abril, a moeda valorizou 3,82%. Houve 2 fechamentos negativos contra 8 positivos. Em março, a divisa americana fechou cotada a R$ 3,2994  para compra e R$ 3,3001 para venda.

Em 2018, após 70 pregões, o dólar apresenta uma valorização de 3,37%. Já se foram 38 pregões em alta, contra 32 em baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,3133 para compra e a R$ 3,3144 para venda.

Influências

A assessoria do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) informou nesta sexta-feira (13), que avaliará na próxima quarta (18) os novos embargos de declaração apresentado pelos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, contra a condenação do petista no processo do triplex no Guarujá.

Caso o recurso seja rejeitado, Lula deverá entrar com recursos no Superior Justiça Tribunal Federal (STF) questionando a condenação. Esse é o último recurso do ex-presidente.

O Banco Central brasileiro realiza nesta sessão leilão de até 3,4 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares, para rolagem dos contratos que vencem em maio e somam US$ 2,565 bilhões. Se mantiver esse volume e vendê-lo integralmente, o BC rolará o valor total dos swaps que vencem no próximo mês.

Já no exterior, o mercado seguiu acompanhando os passos dos Estados Unidos sobre um possível ataque militar à Síria.

é repórter da ADVFN News e graduada em jornalismo pela Universidade Paulista. Tem interesse em economia, política e sociedade. e-mail: vandas@advfn.com.br

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.