Dólar recua temeroso ao exterior e a política local

LinkedIn

O dólar fechou em queda nesta terça-feira (17), atento aos novos desdobramentos da política brasileira e os próximos passos da escalada militar dos Estados Unidos sobre a Síria.

Histórico 

A moeda teve queda de 0,12%, cotada a R$ 3,4073 para compra e R$ 3,4080 para venda.

Após 12 pregões em abril, a moeda valorizou 3,27%. Houve 3 fechamentos negativos contra 8 positivos. Em março, a divisa americana fechou cotada a R$ 3,2994  para compra e R$ 3,3001 para venda.

Em 2018, após 72 pregões, o dólar apresenta uma valorização de 2,82%. Já se foram 38 pregões em alta, contra 34 em baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,3133 para compra e a R$ 3,3144 para venda.

Influências

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou nesta terça-feira (17) a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o senador Aécio Neves. O tucano responde pelos crimes de corrupção e obstrução de Justiça. As acusações fazem parte de um dos inquéritos da delação do empresário Joesley Batista, do grupo J&F. Com a decisão, o senador se torna réu no processo.

O Banco Central brasileiro realiza nesta sessão leilão de até 3,4 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares, para rolagem dos contratos que vencem em maio e somam US$ 2,565 bilhões. Se mantiver esse volume e vendê-lo integralmente, o BC rolará o valor total dos swaps que vencem no próximo mês.

A economia chinesa ampliou 6,8% no primeiro trimestre em relação com o mesmo período de 2017. O ritmo foi bem mais volátil do que esperado.

Deixe um comentário