Dóllar Week: moeda valoriza 1,72% com o mercado temeroso aos EUA e China

Google+ LinkedIn

O dólar apresentou valorização de 1,72% nesta semana, mas cauteloso com a cena política brasileira e estrangeira. Na segunda-feira (9),  a China aumentou seus ataques contra o governo norte-americano, Donald Trump, por conta da ameaça de bilhões de dólares em tarifas, alegando que Washington seria o culpado pelo quadro.

No dia seguinte, o presidente da chinês, Xi Jiping, mudou o tom de discurso e prometeu abrir mais a economia do país:  “A China vai entrar em uma nova fase de abertura”, disse. No entanto, na quinta-feira (12) o Ministério do Comércio da chinês anunciou que as negociações com os EUA serão impossíveis, devido as tentativas de diálogo de Washington não ser sinceras.O país ainda alertou que pode retaliar os EUA, caso o presidente Donald Trump aumentasse a tensão.

Na mesma linha, o presidente norte-americano, Donald Trump, advertiu a Rússia na quarta-feira(11) sobre a iminente resposta de Washington para um possível ataque químico a Síria, afirmando que mísseis “estão a caminho”, e criticou Moscou por apoiar o presidente sírio, Bashar al-Assad.
A Fitch e a Moody’s, ambas agências de classificação de risco, afirmaram na quarta-feira (11) que as tarifas fixadas pelos EUA impactarão sobre a economia chinesa, e que o indicado é um acordo entre as potências.Além disso, a Moody’s espera que os EUA e a China evitem uma escalada entre suas disputas, por conta do impacto negativo que as restrições terão nas duas economias.

Ontem (13), ele elevou 0,53%, cotada a R$ 3,4254 para compra e R$ 3,4261 para venda.
Após 10 pregões em abril, a moeda valorizou 3,82%. Houve 2 fechamentos negativos contra 8 positivos. Em março, a divisa americana fechou cotada a R$ 3,2994  para compra e R$ 3,3001 para venda.

Em 2018, após 70 pregões, o dólar apresenta uma valorização de 3,37%. Já se foram 38 pregões em alta, contra 32 em baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,3133 para compra e a R$ 3,3144 para venda.

Resumo da semana

Na segunda-feira (09/04), o dólar teve alta de 1,60%, cotado a R$3,4208 para compra e R$3,4219 para venda. No dia seguinte, ele recuou 0,31%, cotado a R$3,4106 para compra e R$3,4114 para venda.

No meio da semana, a moeda teve perda de 0,73%, cotada a R$3,3852 para compra e R$3,3866 para venda. Na quinta-feira (12/04),  a moeda cresceu 0,63%, cotada a R$3,4066 para compra e R$3,4080 para venda.

Ontem (13), ele elevou 0,53%, cotado a R$ 3,4254 para compra e R$ 3,4261 para venda.

é repórter da ADVFN News e graduada em jornalismo pela Universidade Paulista. Tem interesse em economia, política e sociedade. e-mail: vandas@advfn.com.br

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.