Eletrobras avança com governo dando prioridade aprovação de MP

LinkedIn

Investing.com – Com o governo travando uma batalha nos bastidores para aprovação da Medida Provisória 814, que trata da privatização da Eletrobras (BOV:ELET6) (BOV:ELET3), as ações da estatal operam com forte valorização de 2,72% a R$ 22,69 para as PNB e de 2,27% a R$18,89 para as ON.

O otimismo do mercado nesta sexta-feira é devido a uma reportagem do Valor, que destaca a prioridade que o governo está tratando a tramitação da MP. O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix, declarou que o problema com as emendas parlamentares, que fogem ao escopo original da MP, será resolvido com vetos presidenciais.

O governo corre contra o tempo, já que MP perderá a validade no dia 1º de junho. O texto ainda precisa ser aprovado na comissão e, depois disso, deve levar uma semana para análise e votação nos plenários da Câmara e do Senado. A expetativa do secretário é que as discussões avancem na comissão até o dia 8 de maio.

Grupos de Trabalho

O ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, anunciou ontem a criação de cinco grupos de trabalho para acompanhar o processo de privatização da Eletrobras e prestar apoio técnico. Os grupos serão compostos por representantes de ministérios, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), da Advocacia-Geral da União (AGU) e da própria Eletrobras.

A criação dos grupos foi formalizada em portaria publicada nesta quinta-feira (26) no Diário Oficial da União. Os cinco grupos são o Comitê de Liderança, Comitê Executivo, o de Modelagens e Estudos, o de Cálculo de Outorgas e o de Acompanhamento Jurídico.

A proposta de privatização da Eletrobras está em discussão no Congresso Nacional. O governo pretende realizar um leilão de privatização das distribuidoras de energia da empresa, que devem ser adquiridas pelo valor simbólico de R$ 50 mil.

Já para a Eletrobras e suas subsidiárias, a proposta é de promover uma capitalização das ações da empresa pertencentes ao governo, até que a União se torne sócia minoritária. A estimativa é que sejam captados cerca de R$ 12 bilhões com a operação.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.