Lucro das empresas cresce 17,06% em 2017; confira os maiores ganhos e perdas

LinkedIn

O lucro consolidado de 295 empresas abertas foi de R$ 144,0 bilhões no ano passado, 17,06% mais que os R$ 123,0 bilhões de 2016, com um crescimento de R$ 21,0 bilhões, conforme estudo da Economatica, empresa de informações financeiras.

O levantamento foi elaborado por Einar Rivero com base nos demonstrativos financeiros padronizados entregues à CVM, não foram considerados outros informes que as empresas tenham apresentado ao mercado, explica a empresa no estudo.

Empresas não financeiras lucram mais

Segundo o levantamento, 262 empresas não financeiras registram crescimento de 24,73% de lucratividade no ano de 2017 com relação ao ano de 2016. O lucro do conjunto no ano de 2016 é de R$ 58,7 bilhões contra R$ 73,2 bilhões em 2017, crescimento de R$ 14,5 bilhões. O levantamento exclui as empresas Petrobras (PETR3e Eletrobrás (ELET3).

O setor financeiro, com 33 empresas, registra lucro de R$ 70,8 bilhões no ano de 2017, contra R$ 64,3 bilhões de 2016, crescimento de 10,06% ou R$ 6,47 bilhões.

Com isso, o lucro do setor financeiro, que superou o dos outros setores em 2016 em 9,61%, ficou 3,28% menor que o do demais no ano passado.

Só três setores no prejuízo

Dos 26 setores analisados pela Economatica, somente três têm prejuízo no ano de 2017. O setor de construção com 20 empresas registra o maior prejuízo, com -R$ 3,4 bilhões; o setor no ano de 2016 registrou prejuízo de –R$ 8,04 bilhões. O setor de agro pesca, com cinco empresas, registra o segundo maior prejuízo com –R$ 432,8 milhões, e 18 empresas do setor de siderurgia e metalurgia registram –R$169,5 milhões em 2017, uma perda bem menor que os -R$ 4,89 bilhões de 2016.

Setor mais lucrativo ainda é o bancário

O setor bancário, com 23 instituições, tem o maior lucro consolidado em 2017 com R$ 63,1 bilhões. Crescimento de 12,27% com relação ao ano de 2016.

O setor de mineração com três empresas registra o segundo melhor resultado com R$ 17,4 bilhões, crescimento de 22,8% com relação ao ano de 2016. O resultado do setor é concentrado na Vale (VALE3) que em 2017 lucrou R$ 17,6 bilhões, crescimento de 32,4% com relação ao ano de 2016. As outras duas empresas do setor tiveram prejuízo em 2017.

Setor elétrico tem queda de 25,3% no lucro

O setor de energia elétrica (sem Eletrobrás) tem queda de 25,3% de lucro no ano de 2017 com relação ao ano de 2016. O resultado negativo do setor é devido ao prejuízo registrado pela empresa Transmissão Paulista, que em 2017 registra queda de lucratividade de -R$ 3,56 bilhões. O setor sem a Transmissão Paulista registra crescimento de 2,48% no ano de 2017 com relação ao ano de 2016.

20 empresas com maiores lucros 

Na tabela abaixo encontramos as 20 empresas com maiores lucros no ano de 2017 entre as empresas de capital aberto brasileiras. O Itaú Unibanco (ITUB3) com R$ 23,9 bilhões é a empresa mais lucrativa, seguida pela Vale com R$ 17,6 bilhões. Entre os cinco maiores lucros estão quatro bancos. O estudo considera Petrobras e Eletrobrás.

20 empresas com maiores prejuízos em 2017 

A Dommo Energia, antiga OGX (OGXP3), do empresário Eike Batista, do setor de petróleo e gás, é a empresa com maior prejuízo entre as empresas de capital aberto com -R$ 1,95 bilhões, seguida pela Eletrobrás com –R$ 1,76 bilhões. O estudo leva em conta a Petrobras também.

Deixe um comentário