Semana com importantes indicadores macroeconômicos nos EUA

LinkedIn

Nos Estados Unidos, os índices futuros do S&P, Dow Jones e Nasdaq sinalizam uma abertura de alta. A semana tem um início em ritmo relativamente fraco: na Ásia, os índices acionários do Japão e da China permaneceram fechados em vista do feriado; embora a liquidez tenha sido reduzida, o Ásia Dow fechou em alta de 0,72%, ainda digerindo o encontro histórico entre as Coreias e um PMI chinês melhor do que o esperado.

Na Europa, as bolsas têm uma alta moderada, e a sessão de hoje tem um foco na safra de resultados corporativos. Além disso, o câmbio chama a atenção dos investidores, em um dia de alta do dólar: o euro recua a US$ 1,2078 e o índice para o dólar tem alta de aproximadamente 0,4%. O U.S. treasury de 10 anos sobe, mas permanece abaixo do sólido benchmark de 3,0%. Nesta semana, o foco deve sair do cenário corporativo e a safra de balanços, e recair sob o cenário macroeconômico americano.

Hoje, os investidores ficarão atentos ao núcleo do PCE — principal indicador de inflação a ser acompanhado pelo Federal Reserve. A expectativa do mercado é de que o núcleo do PCE chegue a 1,9% de 1,6%, sugerindo um índice de preços mais próximo da meta do Fed. Já na semana, o Payroll — principal indicador para o mercado de trabalho americano — será divulgado na sexta-feira.

No campo das commodities, o petróleo tem uma queda devido ao aumento de produção de petróleo bruto nos Estados Unidos. Ademais, a incerteza em relação ao acordo nuclear com o Irã pressiona os preços. Com feriado na China, o mercado de metais sofre com baixa liquidez.

Brasil

No Brasil, o índice futuro sinaliza uma abertura de alta. O dólar registra alta de 0,4% e o mercado de juros segue a tendência internacional (de alta). Na agenda local, teremos o balanço orçamentário, superávit primário e a relação dívida/PIB. No relatório Focus do Banco Central do Brasil, o mercado apresentou maiores expectativas para a depreciação do real, estimando que o dólar encerre o ano em US$ 3,35.

Embora não se espere um mercado agitado na véspera de feriado, a semana conta com importantes resultados corporativos, como o balanço do Itaú, que possui 11,4% de peso no Ibovespa. Outros resultados como o da BR Distribuidora, Ultrapar e Renner devem agitar os negócios ao longo da semana.

Deixe um comentário