Semanário Bovespa: índice valoriza 1,44% de olho no cenário politico numa semana de agenda vazia

LinkedIn

O Ibovespa apresentou valorização de 1,44% nesta semana, acompanhando ao cenário político brasileiro e atento a uma possível guerra comercial entre os Estados Unidos e China. No domingo (15), uma pesquisa realizada pelo Datafolha apontou perdas na intenção de votos no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo os dados, o petista aparece com 31% dos votos em seu melhor cenário, uma perda em comparação com o patamar (36%) apresentado em janeiro. Com Lula de fora, o deputado Jair Bolsonaro (PSL), e a ex-senadora Marina Silva (Rede) aparecem grudados na liderança. Bolsonaro tem 17% e  a ex-ministra do Meio Ambiente de Lula oscila entre 15% e 16%.

No meio da semana, a Oitava Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) rejeitou o último recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na segunda instância, contra a sua condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex no Guarujá (SP).

Na visão da diretora gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, o Brasil voltou a crescer. Segundo ela, o crescimento “é provável consequência de algumas das reformas-chave que foram levadas adiante, mas não todas ainda, ainda há mais por vir”.O FMI elevou na terça-feira (17) a projeção de crescimento do Brasil para 2,3% em 2018 e 2,5% em 2019.

Ontem (20), o indicador teve queda de 0,32%, cotado a 85.550,09 pontos.

Após 15 pregões em abril, o índice valorizou 0,22%. Houve 6 fechamentos positivos contra 9 negativos. Em março, o indicador fechou com 85.365,56 pontos.

Já no comparativo com 2017, após 75 pregões, o Ibovespa subiu 11,97%. Já foram 42 fechamentos positivos contra 33 negativos. Ano passado, o índice fechou com 76.402,08 pontos.

Resumo da Semana

Na segunda-feira (16), o Ibovespa recuou 1,75%, cotado a 82.861,58  pontos. No dia seguinte, ele teve alta de 1,48%, cotado a 84.086,12 pontos.

No meio da semana, o indicador ampliou 2,01%, cotado a 85.776,46 pontos. Na quinta-feira (19),  a bolsa paulista subiu 0,23%, cotado a 85.443,53 pontos.

Ontem (20), o indicador teve queda de 0,32%, cotado a 85.550,09 pontos.

Deixe um comentário