B3 registra lucro líquido recorrente de R$ 448,2 milhões no 1T18

LinkedIn

A B3 (BOV:B3SA3), Brasil, Bolsa e Balcão, divulgou nesta sexta-feira (11) seus resultados operacionais do primeiro trimestre de 2018. Segundo ela, sua receita total foi de R$ 1.111,9 milhões, sendo um aumento de 18,2% em comparação ao mesmo período anterior. Já seu EBTIDA ajustado foi de R$ 760,2 milhões.

Em relatório ao mercado, a B3 destaca que seus descontos decorrentes de repasse de sinergias para clientes e reconhecidos no primeiro trimestre corresponderam a R$ 760,2 milhões, e que as mudanças  no modelo de negócio do Sistema de Contratos de financiamento de veículos do segmento Cetip UFIN geraram aumentos de receitas e despesas.

Ela ainda revela que no segmento BM&F, o volume médio diário (ADV) foi 36,7% superior ao 1T18, enquanto a receita por contrato (RPC) média caiu 4,7% na comparação anual. Confira outros dados abaixo:

  • OPEX ajustado: R$ 960 milhões – R$ 1 bilhão (anteriormente R$ 1,05 – R$ 1,1 bilhão)
  • Depreciação e amortização (D&A): R$ 910 – 980 milhões (mantido)
  • Despesas atreladas ao faturamento: R$ 200 – 220 milhões (novo)
  • Despesas relacionadas à combinação com a Cetip: R$ 55 – 75 milhões (mantidos)

Na visão do presidente da B3, Gilson Finkelsztain, “o início de 2018 continuou mostrando melhora das condições de mercado. Foi registrado números recordes de volumes no mercado de ações e no de derivativos listados, reflexo do aumento nos preços das ações e no maior apetite a risco dos investidores”.

O executivo ainda destaca que o foco da B3 está na integração continua, “com ênfase na melhoria do relacionamento com clientes e participantes do mercado, no desenvolvimento e aperfeiçoamento de produtos e serviços oferecidos ao mercado e no fortalecimento da nossa cultura corporativa”.

Deixe um comentário