Bom dia, Investidor! 21 de maio de 2018

LinkedIn

Esse é o Bom Dia, Investidor, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir! 

Para saber o que aconteceu ontem após o fechamento do mercado, confira o nosso Boa noite, Investidor!

Pré Market

O otimismo volta ao mercado financeiro nesta segunda-feira, após a trégua entre Estados Unidos e China na questão comercial, o que impulsiona os índices futuros das bolsas de Nova York e sustenta o dólar ante as moedas rivais. Por ora, o investidor acredita que é possível um acordo entre as duas maiores economias do mundo que envolva tanto a abertura do mercado consumidor chinês quanto a proteção de propriedade intelectual.

Da mesma forma em que se acredita que os EUA podem fazer um acordo nuclear com a Coréia do Norte se não for sobre a desnuclearização. Por isso, já há um aviso à frente, de que esse alívio lá fora nos ativos globais deve ser passageiro, uma vez que a trégua comercial foi feita com diferenças não resolvidas entre Pequim e Washington.

Mas houve progresso, colocando a guerra comercial “em modo de espera”, conforme palavras de cessar-fogo do secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin. Por enquanto, está suspensa a sobretaxa norte-americana de tarifas a produtos chineses, mas reformas mais profundas são necessárias.

Aliás, o desempenho da moeda norte-americana lá fora deve desafiar os negócios por aqui. Na última sexta-feira, o mercado doméstico testou e o Banco Central respondeu. A autoridade monetária resolveu elevar a oferta de dólares vendidos por meio de contratos futuros (swap cambial), o que deve, enfim, acalmar o mercado doméstico de câmbio hoje.

Leia: Pre-Market: Trégua no mercado

Destaques Corporativos 

Eletropaulo (BOV:ELPL3): O presidente da Neoenergia, Mario Ruiz-Tagle, criticou o desequilibro na disputa com a Enel pelo controle da Eletropaulo.

Hypera (BOV:HYPE3): A Hypera esclareceu que não há nenhum tipo de negociação em curso visando à celebração de acordo de leniência pela companhia. De acordo com uma notícia veiculada pelo jornal Valor Econômico, no dia 18 de maio, sob o título “Negociação para leniência da Hypera envolve R$ 2 bilhões”, constava a informação de que o MPF e negociadores da Hypera trabalham na formulação de um acordo de leniência e o órgão já apresentou à farmacêutica a multa pretendida.

Cesp (BOV:CESP6): Após o Tribunal Regional Federal da 3ª Região derrubar uma liminar que impedia a prorrogação da hidrelétrica de Porto Primavera, a Privatização da Cesp deve ser retomada após decisão judicial.

JBS (BOV:JBSS3): A Agência de Classificação de risco Moody’s, elevou a classificação da JBS de B3 para B1, e da sua subsidiária JBS USA Luz, passando de B2 para B1. A perspectiva de ambos é estável.

Recomendações de Ativos 

Cemig (BOV:CMIG4): Os analistas do UBS revisaram para cima a recomendação da Cemig, passando de neutra para compra. O preço-alvo foi elevado para R$ 10.

Ultrapar (BOV:UGPA3): O HSBC elevou a recomendação da Ultrapar para compra.

BR Malls (BOV:BRML3): A equipe do BB Investimentos cortou para baixo o preço-alvo da BR Malls, passando de R$ 14,90 para R$ 12,40.

Sabesp (BOV:SBSP3): O Goldman Sachs revisou a recomendação da Sabesp para baixo, passando de compra para neutra. O preço-alvo também foi rebaixado, de R$ 41,50 para R$ 35.

Notícias

Boletim Focus: Os analistas do mercado financeiro reduziram mais uma vez a estimativa para o crescimento da economia durante o ano de 2018. De acordo com o Relatório Focus publicado na manhã desta segunda-feira (21), a estimativa passou de 2,51% para 2,50%. A expectativa para a inflação também foi revisada para cima, passando de 3,45% para 3,50%.

Gasolina: A Petrobras anunciou mais um reajuste para o preço da gasolina e do diesel nas refinarias. De acordo com a petroleira, os preços do diesel aumentarão 0,97% e os da gasolina em 0,9%. Os novos preços entrarão em vigor a partir desta terça-feira (22).

Agenda Econômica 

CapturadeTela2018-05-21às09.23.14

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.