Copom surpreende mercado e mantém selic

LinkedIn

Os juros básicos da economia brasileira, a taxa selic,  permanecerá em 6,5% ao ano. Em uma reunião nesta quarta-feira (16), o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central optou por manter a taxa.

A medida deixou o mercado surpreso, já que o mesmo esperava por um queda na taxa. Assim, a decisão interrompeu um ciclo de 12 quedas seguidas. Mesmo sem corte, a taxa selic continua sendo o menor nível desde o início do série histórica do Banco Central, que já passa de três décadas.

Dólar

A consolidação do Copom acontece após o Brasil enfrentar uma valorização constante do dólar no mercado cambial. A moeda americana já acumula quatro sessões em alta, com valorização de 3,71%.

Selic: O que é?

Medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a taxa  Selic é o principal meio do Banco Central para controlar a inflação oficial.  De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), atualmente o IPCA acumula 2,76% nos 12 meses terminados em abril, abaixo do piso da meta de inflação, que é de 3%.

A meta de inflação para este ano é na casa dos 4,5%, com limite inferior de 3% e máximo de 6%. Já no caso de 2019, a estimativa é de 4,25% com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%.

Fonte: Agência Brasil

Deixe um comentário