HYPE3: 1T18 com resultados positivos e mudanças importantes no conselho

LinkedIn

Em relatório divulgado, o BB Investimentos elevou o preço-alvo da Hypera Pharma para R$ 33,60 e manteve a recomendação como market perform (em linha com a expectativa do mercado) para o final do ano.

A Hypera (BOV:HYPE3) reportou resultados positivos durante o primeiro trimestre de 2018 e na visão do BB Investimentos, o resultado veio abaixo das estimativas, mas com EBITDA ajustado bem acima das projeções do banco  — impulsionado principalmente pelas despesas menores, principalmente com ações de marketing.

As ações da Hypera reagiram positivamente à divulgação dos resultados na última sexta-feira, depois de perderem mais de 10% no mês de abril, impactadas pelas ações da Polícia Federal na sede da companhia. Embora a turbulência causada pelas investigações represente um potencial risco para o papel, o BB acredita que a limitada visibilidade sobre os eventuais impactos em termos de possíveis multas e sanções, torna difícil mensurar os danos adicionais sobre a cotação da ação.

Além disso, o BB Investimentos acredita que a companhia permanece como um bom case de investimento no setor farmacêutico no Brasil.

Resultados

A receita líquida da Hypera veio relativamente forte, em R$ 928 milhões, registrando alta de 13,9% quando comparado ao mesmo período do ano anterior. O valor reflete, principalmente, os melhores volumes e aumentos de preços nas divisões de consumer Health. Durante o primeiro trimestre de 2018, algumas despesas de marketing começaram a ser deduzidas da receita, em vez do lucro bruto, porém ser provocar mudanças no EBITDA. Sem os efeitos da nova metodologia, a receita líquida teria crescido 14,1%.

O lucro bruto da empresa foi de R$ 690 milhões, 14,7% superior ao resultado obtido no mesmo período do ano anterior. O resultado foi beneficiado principalmente pela combinação de vendas sólidas e estabilidade no custo dos produtos vendidos. O EBITDA foi uma surpresa positiva, reportando crescimento de 24,8% e finalizando o trimestre em R$ 360 milhões. O valor superou as estimativas do banco, sendo 23,8% maior do que a projeção dos analistas.

A margem líquida aumentou 11,5 p.p no trimestre, registrando crescimento de 32,3%. O crescimento, segundo o banco, refletiu os melhores resultados operacionais e a nova distribuição de juros sobre capital próprio, que a partir do 1T18 será feito de forma trimestral.

O fluxo de caixa da Hypera permaneceu praticamente estável, ao totalizar R$ 253 milhões e ficou praticamente em linha com o resultado obtido no mesmo período do ano anterior. Mesmo com o desembolso de R$ 100 milhões relativo ao pagamento antecipado de patrocínios e com o aumento do ciclo de conversão da companhia, o fluxo de caixa não registrou tanta diferença.

CapturadeTela2018-05-02às11.46.10

Deixe um comentário