Petrobras prepara para emitir bônus no exterior até julho, diz jornal

LinkedIn

Investing.com – A Petrobras (BOV:PETR4) é mais uma companhia brasileira que deve acessar o mercado da dívida externa ainda este ano. De acordo com a Coluna do Broad, publicada ontem pelo O Estado de S. Paulo, a captação será por meio de emissão de bônus e deve acontecer até julho, período em que se espera um custo menor.

A publicação destaca que o processo ainda está em fase de preparação, com os detalhes como prazos e montantes a serem levantados ainda em estudo. Outro ponto importante é que a emissão só deve acontecer se as condições permitirem, principalmente considerando os juros da economia americana, que tradicionalmente baliza o preço da captação. O cenário interno, com a proximidade das eleições, é outro aspecto que será levado em consideração antes da emissão.

O objetivo maior da estatal é seguir a estratégia de reduzir a pressão de liquidez no curto prazo, mesmo já tendo feito muita coisa nessa direção. No ano passado, em setembro, a Petrobras realizou uma operação de troca e uma de recompra de títulos que venceriam entre 2019 e 2021. Com isso, a petroleira diminuiu seus vencimentos em mercado de capitais nesse período, de quase US$ 18 bilhões para aproximadamente US$ 11 bilhões.

Na época, a estatal realizou duas novas emissões de bônus, de US$ 1 bilhão cada, com vencimentos em 2025 e 2028, acomodando aqueles investidores que normalmente ficam reticentes em trocar ou “devolver” papéis da companhia.

A Coluna do Broad destacou também que a Petrobras é uma das principais emissoras na América Latina e tem uma presença forte nas carteiras de grandes investidores por todo o mundo. Em janeiro deste ano, a estatal realizou captação de US$ 2 bilhões para 2029.

Deixe um comentário