Prejuízo da IGB Eletrônica (IGBR3) cresceu 70,86% no 1º trimestre de 2018

LinkedIn

A companhia IGB Eletrônica anunciou um prejuízo líquido de R$ 39.09 milhões no 1º trimestre de 2018, valor 70,86% maior que o prejuízo líquido de R$ 22.88 milhões apurado no mesmo período do ano anterior. Já a receita líquida da companhia diminuiu 18,11% de um ano para o outro, passando de R$ 1.73 milhão para R$ 1.42 milhão.

Os ativos totais da IGB totalizaram R$ 275.87 milhões no 1º trimestre de 2018, soma 16,87% maior que o saldo de R$ 236.04 milhões registrado no encerramento do mesmo período do ano anterior.

O patrimônio líquido da companhia, por sua vez, apresentou recuperação de 8,15%, ao comparar todos os valores contábeis que os seus sócios possuíam no fechamento do 1º trimestre de 2018 (patrimônio líquido negativo de R$ 806.21 milhões) com a mesma data em 2017 (patrimônio líquido negativo de R$ 877.72 milhões).

A dívida líquida ficou em R$ 857.95 milhões no encerramento do 1º trimestre de 2018, queda de 7,69% ante os R$ 929.39 milhões registrados no ano anterior.

Todos estes dados referem-se à individualização do resultado financeiro da companhia IGB S/A (BOV:IGBR3), sem considerar o resultado financeiro de suas companhias subsidiárias (empresas controladas, de maneira direta ou indireta, pela companhia) relacionadas ao 1º trimestre de 2018.

Acesse o balanço financeiro completo desta companhia, clicando aqui. Não deixe de conferir também seus indicadores fundamentalistas, clicando aqui.

Conheça a IGB S/A

IGB Eletrônica S/A é a nova denominação da Gradiente Eletrônica S/A, tradicional empresa brasileira com mais de 50 anos de atuação no mercado nacional de aparelhos eletrônicos, com sede social na Cidade de Manaus, Estado do Amazonas.

Usuários ADVFN acompanham, gratuitamente e em tempo real, a cotação de todas as ações negociadas na BM&FBOVESPA através das ferramentas Monitor, Cotação e Gráfico.

Deixe um comentário