Acordo entre Embraer e Boeing deve ser assinado somente na próxima semana

LinkedIn

As negociações entre a Embraer (BOV:EMBR3) e a fabricante de aeronaves norte-americana Boeing, para a criação de uma sociedade entre as duas, estão nos detalhes finais e deve ser assinado na próxima semana. As informações são do jornal O Globo.

“A força de vendas da Boeing é crucial para a Embraer”, afirmou o fundador e ex-presidente da Embraer, Ozires Silva. De acordo com Ozires, o negocio entre as duas empresas é uma oportunidade para ampliar a força de vendas da Embraer, uma vez que a Boeing é extremamente forte no segmento.

A negociação entre as duas empresas foi anunciada no final do ano passado e possivelmente resultará na criação de uma terceira empresa, na qual a Boeing teria 80% de participação e a Embraer, 20%. De acordo com o jornal O Estado, o novo modelo de negociação deve envolver apenas a frota de aviação comercial da brasileira, o segmento militar ficará de fora do acordo por determinação do governo brasileiro.

Comentários

  1. Alexandre diz:

    O segmento militar da Embraer não significa nada em termos globais, tanto em vendas quanto em tecnologia. A insistência do Governo Brasileiro em dizer que é uma empresa estratégica para ser vendida a estrangeiros, mostra sua total miopia também neste segmento.

Deixe um comentário