Azul fará oferta pública secundária de ADSs no Exterior

LinkedIn

Em fato relevante enviado ao mercado nesta quarta-feira (27), a Azul Linhas Aéreas (BOV:AZUL4) informou ao mercado que lançou uma oferta pública de distribuição secundária de 19.379.335 American Depositary Shares, representados por American Depositary Receipts (“ADSs” e “ADRs”, respectivamente), equivalentes a 58.138.005 ações preferenciais de emissão da companhia, a ser realizada exclusivamente no exterior,

A oferta internacional representa a alienação da totalidade das ações emitidas pela Azul e detidas pela Hainan, com exceção de uma ação remanescente após a formação das ADSs, da qual a Hainan irá dispor após a conclusão da oferta.

“Com a realização bem sucedida da oferta internacional, a Hainan não terá mais o direito de indicar membros para o Conselho de Administração da companhia, explicou a Azul.

Por se tratar de uma oferta pública internacional de distribuição exclusivamente secundária, não haverá concessão de qualquer tipo de preferência ou prioridade aos atuais acionistas da companhia para aquisição das ADSs, tampouco diluição dos atuais acionistas da companhia.

O preço por ADS será fixado após a conclusão do procedimento de coleta de intenções de investimento (bookbuilding) a ser realizado na oferta internacional.

“A oferta internacional é parte dos planos estratégicos da Hainan, que incluem iniciativas para capitalização, desinvestimentos selecionados, bem como investimentos em companhias aéreas e no setor de serviços de aviação”, informou a companhia aérea.

A Azul e Hainan não esperam que a oferta internacional proposta cause alteração relevante no plano estratégico ou relação comercial entre ambas as companhias. Nenhum outro acionista da Azul venderá ações ou ADSs na oferta internacional.

Deixe um comentário