Dólar dispara com os investidores temerosos ao Brasil

LinkedIn

O dólar ficou nas alturas no pregão desta quinta-feira (07), com os investidores deixando o mercado brasileiro devido a incerteza no quadro fiscal e político.

Histórico 

A moeda teve alta de 2,28%, cotada a R$3,9229 para compra e R$3,9258 para venda.

Após 5 pregões em junho, a moeda valorizou 5,06%. Houve 1 fechamento negativo contra 4 positivos. Em maio, a divisa americana fechou cotada a R$3,7352 para compra e R$3,7367 para venda.

Em 2018, após 107 pregões, o dólar apresenta uma valorização de 18,45%. Já se foram 62 pregões em alta, contra 45 em baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,3133 para compra e a R$ 3,3144 para venda.

Influência

No Brasil, o dólar seguiu em alta nesta quinta-feira, onde as casas de câmbio negociava a moeda a R$4,08 e R$ 4,16. Segundo o G1, no cartão pré-pago, a cotação oscilava entre R$4,30 e R$4,35. A cena local segue tensa na medida que a paralisação dos caminhoneiros deixou o quadro fiscal brasileiro em estado de atenção, principalmente pela queda na cotação do diesel, medida que deve mexer nas contas do Estado.

O Tesouro Direto suspendeu as negociações desta quinta-feira, às 12h40. A expectativa é que suas atividades volte amanhã, às 9h30.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.