Dólar fixa em alta em pregão marcado por oscilações

LinkedIn

O dólar encerrou o pregão desta terça-feira (19) em alta, refletindo as farpas comerciais trocadas entre os Estados Unidos e a China.

Histórico 

A moeda teve alta de 0,12%, cotada a R$3,7437 para compra e R$3,7443 para venda.

Após 13 pregões em junho, a moeda valorizou 0,20%. Houve 3 fechamentos negativos contra 9 positivos. Em maio, a divisa americana fechou cotada a R$3,7352 para compra e R$3,7367 para venda.

Em 2018, após 115 pregões, o dólar apresenta uma valorização de 12,97%. Já se foram 67 pregões em alta, contra 48 em baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,3133 para compra e a R$ 3,3144 para venda.

Influência

O presidente norte-americano, Donald Trump, voltou a prometer impor tarifas sobre a China. O republicano anunciou a sua pretensão de fixar 10% sobre US$ 200 bilhões em bens chineses. Com o mesmo viés, Pequim declarou que não vai fica parado, ameaçando retaliar às medidas do americano.

Do lado cá, a incerteza na cena política também reflete sobre a moeda. Os investidores mantém o tom de cautela na medida que as eleições se aproximam sem grandes propostas na área fiscal.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.