Incerteza na economia brasileira faz Copom não indicar futuro monetário

LinkedIn

A incerteza sobre a economia brasileira, desencadeada principalmente pela greve organizada pelos caminhoneiros durante o mês de maio, fez com que os membros do Comitê de Política Monetária (Copom) optassem por não apontar os próximos passos da política monetária no país, anunciou o Banco Central, hoje (26).

O impacto da paralisação dos caminhoneiros mexeu no setor de transportes, e a inflação deve apresentar efeitos significativos e temporários, destaca a ata.

“A evolução da economia ao longo dos meses de julho e agosto deve indicar com mais clareza o ritmo da recuperação, que poderá se mostrar mais ou menos intensa. O cenário básico do Copom contempla continuidade do processo de recuperação da economia brasileira, embora em ritmo mais gradual que o estimado antes da referida paralisação”, explicou o Copom no documento.

O resultado desta medida está na ata da última reunião do Copom.

Selic

A taxa básica de juros, a selic, foi mantida na última quarta-feira (20) em 6,5% ao ano, medida que já era aguardada pelo mercado.

Fonte: G1

Deixe um comentário