Bovespa amplia impulsionada pela tendência positiva no exterior

LinkedIn

O Ibovespa voltou a fechar em alta, em uma sessão tranquila e com uma agenda vazia no cenário doméstico.

Histórico

O indicador teve alta de 1,14%, cotado a 73.667,75 pontos. Os papéis do Bradesco (BBDC4) dispararam 4,2% e os do Itaú (ITUB4cresceram 2,36%.

Após 2 pregões em julho, o índice valorizou 1,24%. Houve 2 fechamentos positivos contra nenhum negativo. Em junho, o indicador fechou com 72.762,51 pontos.

Já no comparativo com 2017, após 125 pregões, o Ibovespa desvalorizou 3,96%. Já foram 65 fechamentos positivos contra 60 negativos. Ano passado, o índice fechou com 76.402,08 pontos.

Influências

Na cena local, o clima é de atenção com relação a política brasileira. O mercado aguarda a posição de candidatos que tragam reformas para a área fiscal.

No exterior, o presidente americano,Donald Trump, avançou contra o trabalho da China Mobile de oferecer serviços ao mercado de telecomunicações no país. O republicano alegou que a inserção da empresa traria risco a segurança dos americanos. A posição de Trump acontece em meio as tensões comerciais entre Washington e Pequim.

 

Deixe um comentário