PetroÁfrica: a venda está cada vez mais próxima

LinkedIn

Em uma operação conjunta com o BTG Pactual e a Helios Investment Partnerts, que detém 50% da PetroÁfrica e também estão se desfazendo do ativo, a Petrobras (BOV:PETR4) informou que está cada vez mais perto de concluir a venda da sua participação de 50% na companhia.

De acordo com uma fonte, atualmente, a PetroÁfrica está avaliada em US$ 2,6 bilhões, dos quais a Petrobras receberia US$ 1,3 bilhão e a outra metade iria para o BTG Pactual e para a Helios Investment. A multinacional suíça Glencore e a holandesa Vitol estão competindo para ver quem fica com o negócio.

A venda da PetroÁfrica representa mais um passo no movimento de redução da participação internacional da Petrobras, que desde 2014 têm sofrido com uma crise financeira causada pelos desdobramentos da Operação Lava-Jato e da queda do preço do barril do petróleo.

Nos últimos anos, a estatal anunciou a venda de uma série de ativos, como os de distribuição de combustíveis no Paraguai, Argentina e Chile. Além da PetroÁfrica, mais alguns ativos ainda estão no radar da petroleira, como a refinaria de Pasadena, no Texas (EUA).

Programa de desinvestimentos

Ao se desfazer da PetroÁfrica, a Petrobras marca mais um passo em direção à meta do seu programa de investimentos. Se confirmada a operação, a estatal pode ultrapassar a marca de um quarto de sua meta, uma vez que a empresa enfrenta diversos obstáculos para cumprir o compromisso de atingir a marca de US$ 21 bilhões durante os anos de 2017/2018. Com a negociação concluída, a Petrobras atingiria US$ 5,9 bilhões em ativos vendidos entre 2017 e 2018 — o equivalente a 28% da meta.

Fonte: Valor Econômico

Deixe um comentário